quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

OH Happy Day!!!!! Obrigado galera...

Com a imagem da festa de 2007/08 em Niterói, chegamos ao post 150 e encerramos as atividades no ano. Um ano de afirmação do Maldita e muitas realizações. agradeço a todos os integrantes do MFC: Felipe Souza, Thiago Bastos, Alberto Nascimento, Vítor Costa, Charles Madeira, Judson Monteiro. Ao produtor Claúdio Salles, ao ex-diretor Emir Larangeira, ao amigo Alexandre Torres, a família "Fluminense", aos ex-colegas Douglas nogueira, Felipe Zavelinske, ao xex-pops Antonio Torres, Rodolpho Gama, aos operadores de aúdio Edgar Manhães, Pedro Lucas, Jacaré, Jorge Ferreira, a Acerj e as assessorias de imprensa dos clubes, que tão bem nos trataram. Aos jornalistas da equipe de esportes do jornal "O Fluminense", ao mantenedor do site Thiago e a todos amigos que de uma forma ou de outra corroboram para o trabalho do MFC ter alçcançado destaque esse ano! Um beijo, de coração, em todos!
Tenho andado meio sumido nesse final de ano, mas ao contrário de muitos é porque estou trabalhando pracas. Graças a DEUS! Não tenho tido tempo de estar aqui pelo blog e na blogosfera junto aos amigos queridos, mas a partir do dia 05/09 estarei de volta. Vim aqui hoje para desejar um felçiz 2009, cheio de paz e saúde, luz e felicidade a todos que aqui nos acompanham e dizer que retornarei todos os contatos em breve. Como a movimentação dos clubes cariocas em nada me agrada, não falarei desses bossais dirigentes e suas anti-faraônicas contratações(tsc). E muito menos dos candidatos a craques da "fama perdida" do futuro que por aqui aportam. Já dei a eles as duas linhas que eles merecem! O certo é que teremos muitas novidades na estrutura do Maldita na rádio, na internet, no blog e na coluna. Novos elementos se juntarão a nossa equipe que virá para 2009 ainda mais motivada e atualizada com tudo que rola por aí.Esperamos agradar. O rádio, por exemplo, terá novos quadros, vinhetas e maior interatividade com o ouvinte. O programa ganhará em dinamismo e interação. A coluna terá mais imagens e o blog mais colunistas. O site ganhará nova roupoagem e a renovação se dará de maneira gradual e límpida, visando o melhor para leitores, ouvintes, amigos blogueiros, internautas e futuros telespectadores. È o MFC versão 2009 chegando... E a noite , entre muitos comes e bebes na casa do Souza e no Praia Clube o âncora recomenda: Divirta-se sem moderação(huahuahua)...mas não se esqueça do bafômetro! Feliz 2009 é o que deseja a família MFC, e eu Leandro Carvalho , o âncora transmito aqui todo o amor do Maldita pela galerinha blogueira que nos acompanha...afinal, o sentimento não pode parar...Beijos do âncora!

quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

"Xepa" de Natal!


Galera, desculpem a ausência. Mas, Natal é isso mesmo: muita correria, comes e bebes. E umas peuqeninas férias, afinal ninguém é de ferro, né? A verdade é que a Xepa de natal, não está lá sendo muito boa para os cariocas. A perda de Lúcio Flávio, Renato Silva, Washington, Wagner Diniz, Túlio, Arouca, Júnior César, Mádson e outros menos votados não só revela a incompetência de nossos diretores como a impotência de nossos clubes ante ao podert do dinheiro e do capital, que em nosso país se encontra em São paulo. Uma pena, essa descaracterização e a perda do charme e da essêncioa romântica do futebol carioca. Muito disso eu coloca na conta do campeonato de pontos corridos, mas isso será tema de outros posts. por enquanto vamos nos contenatndo com Williams, Douglas, Dieguinho, Titi, Fernadinho, Fahel, Xandão, Mariano, Jaílton, Reinaldo, Diego beiçola,Jean Carioca, Jeferson, Benitez, Pedro Veras, enrico e outras pérolas do nosso futebol atual. Querioa era quebrar esse monte de dvds que só trazem jogadores piratas pros nosso times! Enfim, é isso que temos e é com isso que vamos... pra onde eu não sei... Saudades dos velhos tempos. Falando nisso , sabado passado no praia clube em São francisco - niterói, na pelada de fim de ano lá estava eu e o excelente meio campista William, ex-Vasco, Flu e seleção brasileira, um craque de bola. A foto foi registrada, assim como fica registrado aqui os meus sinceros votos de um Feliz Natal e um próspero Ano Novo a todos,ouvintes, leitores, amigos e blogueiros. Saúde, paz e muita luz em 200! Beijos do âncora...

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Show de bola!

AFASE Campeão SUB-17/2008: Em pé da esquerda para direita: Charles Madeira (treinador) e os atletas Gabriel, Junior, Vinicius, André, Jonathas, Lucas. Agachados: Gabriel, Thales, L.Fernando, Mariel, Romarinho, Casé.

Fim de ano, muita festa, comes e bebes. Mas, quem está se fartando mesmo e aqui faço questão de elogiar pela postura e competência dentro do Maldita Futebol Clube é o companheiro Charles Madeira. Sempre disposto, o cara tá mais feliz do que "pinto no lixo". Explica-se, no dia-a-dia, o jovem é competente treinador de futsal da equipe do Afase, campeã da liga carioca de 2008 na categoria Sub-17. Ele lida com a garotada não só nos treinos, mas nos colégios também, como experiente professor de Educação Fisíca e nas escolinhas da modalidade, São Gonçalo afora. Além dele, outro profissa que merece nosso elogio é o seu irmão, o professor Bruno Madeira, tri-campeão da Liga Niteroiense com a Afase Sub-13. Uma galera super gente boa. Charles em seu modo simples de ser, conquista a cada dia mais a galera da rádio e do jornal, os ouvintes e leitores, com um linguajar todo próprio, boas tiradas e idéias sempre lúcidas. Queria aqui deixar registrada a minha admiração e os parabéns, não so meu, mas de toda a galera da"familia MFC" aos dois, em especial ao jovem treinador Charles Madeira, formando novos talentos para o futsal carioca e brasileiro. Além de tudo, o cara é vascaíno. Não precisa dizer mais nada né?Na foto do blog,está com a camisa do Vasco e na foto deste post, de camisa vermelha ao lado da garotada campeã carioca!
Além disso, a final contra o Nova Holanda, na casa do adversário, registrou uma goleada de 8x 2, fora o baile! A torcida adversária, da "comunidade" lotava o ginásio e pressionou os atletas do Afase com atitudes anti-desportivas, intimidações e até rojões foram lançados. Sem contar que não havia policiamento e a liga de futsal carioca ficou devendo no quesito de organização. Tanto que os garotos de Afase não comemoraram o título, sendo obrigados a entrar nos carros logo e voltar pra casa, onde a festa rolou solta ontem a noite. Uma pena o comportamento desses baderneiros torcedores que se dizem "pais e amigos", que não sabem aceitar uma derrota acachapante como essa. Menos mal que enfiaram a "viola no saco" e voltaram sem nada pra casa. A federação têm que punir, os mesários têm que registrar esses fatos. E o Afase vai tirar onda durante um ano pelo menos. Mas, fica aqui o registro. Nada disso poderia passar em branco. Nem a intempérie dos barbáros, nem a conquista épica de AFASE. Parabéns ainda ao ala Jonas, eleito o craque do campeonato. Aos goleiros André e Gabriel, na seleção da liga e ao treinador Charles Madeira, também eleito o melhor do carioca 2008 na Sub-17. È Afase fazendo barba, cabelo e bigode.Sensacional! Beijos do âncora.

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Baú da Maldita : 45 anos do recorde mundial de público no futebol

Caros Leitores,

Ontem a noite, 15/12/2008, estive no eletrizante e cômico maldita futebol clube da Fluminense 540 AM, oportunidade em que o Âncora de nosso programa, o careca Leandro Carvalho, me encomendou um estudo mais pormenorizado sobre os 45 anos da final Fla 0 x 0 Flu que foi assistida pelo maior público mundial, 194.603 torcedores, num clássico regional entre clubes.
Confesso que esta incumbência me remeteu em forma de turbilhão aos doces e saudosos anos de minha infância que ainda estão vivos em minha memória. Aos 9 anos de idade, o meu coração já anunciava ao mundo inteiro a indescritível alegria de ser rubro-negro, sem ter contudo experienciado a emoção de ser campeão. Havia um grito engasgado em minha garganta que precisava eclodir. Um empate nos garantia o merecido título devido a nossa melhor campanha, contudo o fluminense possuia uma equipe respeitável e pretendia estragar nossa festa.
Escutei o jogo com o radinho de pilhas colado ao ouvido e sintonizado na Rádio Continental, com a vibrante narração do speaker Clóvis Filho, que enchia de emoção cada escaramuça de ambas equipes. Sofri durante 90 minutos com o terrível Escurinho, ponta esquerda do Fluminense, nos ameaçando a todo momento. Com o apito final, conforme dizia Waldir Amaral "foram desfraldadas um mar de bandeiras rubro-negras". O time do Flamengo comemorou o título dando cambalhotas no meio do campo , exorcizando a final do ano anterior em que fomos impiedosamente derrotados por 3x0 pelo Botafogo de Garrincha. O Flamengo desta data atuou com Marcial, Murilo, Luis Carlos, Ananias e Paulo Henrique, Carlinhos e Nelsinho, Hespanhol, Airton, Geraldo e Oswaldo.
Meu nome é Hudson Olivares (Hudson Mengão), que doravante em outras oportunidades postarei outras notícias e/ou curiosidades dentro do mundo do futebol no Baú da Maldita.E adorarei ver seu comentário, aqui nesse post...

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

45 anos do recorde mundial de público no futebol




Fotos: Jornal dos Sports
Hoje completam exatos 45 anos do grande clássico decisivo do campeonato carioca de 1963: o Fla xFlu, o clássico dos clássicos para Nelson Rodrigues. Onde o inpoderável por muitas vezes decidia o jogo, com a ajuda do "Sobrenatural de Almeida", dizia o grande escritor e crônista esportivo, tricolor doente e para quem não sabe míope e que ia assistir aos jogos sem óculos, porque podia sentir a sensação de dentro do seu coração. Bom, esse jogo, está registrado nos anais do esporte como o de maior público. Os grandes rivais, depois de oitos anos tornavam a decidir diretamente um título no Maracanã , neste15 de Dezembro de 1963, na última rodada do Campeonato Carioca daquele ano, disputado em sistema de pontos corridos. O Flamengo chegou a esta rodada com 1 ponto de vantagem e o empate por 0 a 0 garantiu o título para o rubro-negro perante 194.603 espectadores (177.656 pagantes), recorde mundial de público entre clubes de futebol, tendo Escurinho do Flu perdido um gol incrível aos 40 minutos do segundo tempo, em jogo de poucas oportunidades, o que poderia ter dado o título ao Fluminense . O maior clássico do futebol brasileiro registrou pelo menos 32 públicos acima de 100.000 pessoas, provavelmente mais, e não precisa ser final de campeonato para isto. Quando se encontraram em finais de campeonatos cariocas na década de 1960, estes clubes alcançaram públicos fantásticos! Beijo do âncora e encontro marcadao nessa segunda às 21 hs, no Maldita Futebol Clube, na Rádio Fluminense AM 540. Aguardo vocês lá...liguem para (21) 2125-3090 e particpem votando no craque - comentarista e dando suas opiniões sobre os seus clubes. Amigo blogueiro, escute na net, amanhã na barra de mídia do site www.malditafutebolclube.com.br. Participem e concorram a um belo par de raquetes da Nardelli Sports. Resultado do sorteio ao fim do programa. Beijos do âncora!

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Promessa cumprida - "O sentimento não para"

Existem coisas na vida que você faz ou simplemente deleta pra sempre. Já outras coisas não há como você renegar, e uma delas é o sentimento, o amor que grande parte do povo brasileiro carrega culturalmente pelo seu clube de coração, numa herança, um legado passado de "pai para filho". Uma coisa que transcende os limites da razoabilidade por vezes e brinca com o inconsciente e o (ir) racional do ser. Talvez, nem Freud explique essa paixão de um povo por um esporte e decorrente disso a segmentação desse sentimento por estados, clubes e agremiações. Quis o destino, que eu nascesse em berço vascaíno. Esplêndido. E que pudesse no leito de minha família desenvolver um sentimento profundo de amor e admiração pela cruz de malta. Num período romântico do futebol, onde cresci vendo Roberto Dinamite sacudindo a rede dos adversários.Essa paixão,foi que me levou a estudar jornalismo, me especializar em esportes e me pós graduar em docência do ensino superior e que acabou me levando ao rádio esportivo carioca. Nunca fiz questão de esconder o meu time, não sou hipócrita. Pois, vivendo no país do futebol é quase impossível que qualquer profissional do ramo não tenha sua paixão clubística. Mas, sei discernir o certo do errado e me mantenho, na medida do possível, dentro de minha "imparcialidade parcial", compreendem? O fato é que impelido pelo meu sentimento, apostei com minhas irmãs(que não gostam de futebol, talvez por isso não sejam Vasco), com alguns amigos e colegas da rádio que se o Vasco caísse eu rasparia o cabelo na máquina zero. Duvidaram que eu o faria. Mas, sou um cara de palavra!Dito e feito. Alguns me cobraram aqui nos comentários. Mas, eu "mato a cobra e mostro o pau". Calma, muita calma nessa hora. È apenas um dito popular...rs. E não é que a Sra Carvalho gostou e que o âncora ficou mais charmoso...rs
Como diria meu amigo, Charles Madeira, não foi o Vasco que caiu e sim a série B que se agigantou com a nossa presença e teve seu status elevado. O Vasco balançou, mas a casa tá sendo rearrumada. Falei a todos: "dêem tempo ao tempo". Após a tempestade vêm a bonança, e não é do dia pra noite que um clube se reergue após um furacão nível 1, chamado Eurico Miranda, que devastou uma terra linda e maravilhosa, o Clube de Regatas Vasco da Gama. Nós, estejam certos, voltaremos ao lugar de onde nunca deveríamos ter saído, a elite do futebol brasileiro. e teremos um 2009 coberto de glórias, podem anotar e me cobrar. Caso contrário, raspo de novo o cabelo. E cumpro o que prometo!"O sentimento não para, pois todo vascaíno tem amor infinito, cantarei de coração.....Vasco da Gama" " De todos os amores que eu tive, és o mais antigo...Vasco, minha vida, minha história, meu primeiro amigo" "E eu não paro...não paro não...a cruz de malta, meu coração..." Beijos do âncora!

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Evento Maldita - concorra a um par de ingressos!


E dando uma força ao nosso amigo, Paul Niemeyer, jornalista e produtor cultural que agencia artistas como Viniemax e UDI e a Geral, o Maldita Futebol Clube vai sortear entradas para o projeto World Music Búzios Festival, que acontecerá no dia 18 de dezembro. Basta entrar no site http://www.malditafutebolclube.com.br/, ir na barra de contatos e fazer o cadastro com telefone, idade, endereço, e-mail,nos padrões de uma nova tendência que une música ao vivo e música eletrônica. O primeiro e último show de grande porte do ano de 2008 traz a maior e mais original mistura de ritmos e influências que a Região dos Lagos já viu. O evento promete transitar entre o dance, samba, rock, funk, reggae, ragga, maracatu e música latina. A iniciativa pioneira é uma parceria do empresário artístico Paul Niemeyer e o promoter Joey, que realiza eventos em Búzios há mais de cinco anos. No palco artistas consagrados no cenário nacional farão participações no show da Banda Udi e a Geral. Além das apresentações dos DJS Innvabe Project,Ilusion Brain e Rafael Frias, o evento promete inaugurar o verão e fechar o ano com chave de ouro.

Patrícia Ferrer Bedai
Segundo Paul Niemeyer será como levar um pedaço da Lapa para Búzios, agradando o público de Búzios e adjacências, Rio de Janeiro e principalmente o público estrangeiro, pela brasilidade latente das apresentações. Adaptado do projeto World Music Beach Club, que aconteceu durante o mês de agosto deste ano na Barraca do Pepê, na praia da Barra da Tijuca, cujo objetivo foi unir música ao conceito do point e marcado por um espírito jovem, saudável e esportivo, o projeto encontrou em Búzios um novo cenário, perfeito por proporcionar ao evento a união de diversão e bem estar. Outro objetivo do projeto é iniciar uma campanha para alertar a população de Búzios e Região, visitantes e turistas da importância de preservar as praias de Búzios durante as festas de fim de ano, verão e carnaval, épocas onde a cidade atravessa um período de grande ocupação.Então aproveite e se cadastre para concorrer aos ingressos basta entrar no site: http://www.malditafutebolclube.com.br/ e ir na barra de contatos, preencher os campos pedidos e no corpo da mensagem colocar Nome, telefone, idade, clube para o qual torce, endereço e responder: Qual clube carioca foi rebaixado esse ano?Os contemplados serão contatados pelo próprio Paul niemeyer e terão seus nomes aqui divulgados até o dia 16/12.
LOCAL: PRAIA JOÃO FERNANDIS (BÚZIOS) - HORÁRIO: 23HS -
INGRESSOS:- R$ 20,00 (NA HORA) -R$ 15,00 (ANTECIPADO)
INFORMAÇÕES: JOEY PROMO - (22) 9252-5095/ (21) 9153-2156 Paul Niemeyer

Então tá dito. Beijo do âncora!

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Interlúdio com Flor




O Maldita Futebol Clube, tá sempre na boa, sempre na área e dessa vez tem o prazer de participar da blogagem coletiva "Interlúdio com Florbela", em homenagem a grande poetisa portuguesa. Saiba mais em: http://interludioemflor.blogspot.com/2008/11/interldio-com-florbela.html .Só DEUS sabe como foi difícil escrever esse post. Isso porque nesse "The Day After" ao caos do meu Vasco, dia 8 de dezembro, comemora-se mais um ano do nascimento de Florbela Espanca, ícone da poesia em língua portuguesa. Com versos que mostram um erotismo e uma liberdade pioneiros na poesia da língua portuguesa. Audaciosa e extremamente lúcida, sua poesia aborda do sofrimento, da solidão e do desencanto, aliados a uma imensa ternura e a um desejo de felicidade e plenitude que só poderão ser alcançados no absoluto, no infinito. E dela tiro forças. Dessa passagem sofrida do meu Vasco, onde o desencanto e a dor são imensos para buscar no carinho dos amigos e familiares e no extremo AMOR que sinto pelo meu clube, forças para recolher os destroços e ainda mais forte, ajudar a reerguer esse patrimônio cultural e esportivo não só do Rio de Janeiro, mas do Brasil, o poderoso e amado Clube de Regatas Vasco da Gama e levá-lo de volta a felicidade plena, como sugere a poetisa. Especialmente para a toda a colônia portuguesa que chora o rebaixamento de seus dois maiores expoentes clubísticos, o Vasco e a Portuguesa, uma poesia marcante da patrícia, Florbela Espanca.

"Errante"
Meu coração da cor dos rubros vinhos
Rasga a mortalha do meu peito brando
E vai fugindo, e tonto vai andando
A perder-se nas brumas dos caminhos.
Meu coração o místico profeta,
O paladino audaz da desventura,
Que sonha ser um santo e um poeta,
Vai procurar o Paço da Ventura…
Meu coração não chega lá decerto…
Não conhece o caminho nem o trilho,
Nem há memória desse sítio incerto…
Eu tecerei uns sonhos irreais…
Como essa mãe que viu partir o filho,
Como esse filho que não voltou mais!
Florbela Espanca - Trocando olhares - 23/04/1917

domingo, 7 de dezembro de 2008

Baú da Maldita: Vasco Rebaixado

Caros Leitores.

Amanhã todos estarão lendo o título acima, quer seja sentados lendo seus próprios jornais quer seja de pé em frente a uma banca qualquer por todo este delapidado e sofrido estado do Rio.
As gozações serão grandes entre os torcedores rivais, e muitos vascaínos deixarão até mesmo de ir trabalhar por conta deste fato. Temos que analisar eventos como esse, sob dois prismas:
Primeiro, como torcedores adversários, diria que este fato é delicioso, engraçado e, em alguns casos, motivo de uma velada vingança por uma brincadeira passada a qual sofremos. Isto é normal e faz parte da festa.
Segundo, como desportistas cariocas, este fato é lamentável e de enorme prejuízo para o nosso futebol que já foi considerado como expoente no cenário nacional. O clubes cariocas juntos possuíam, alguns anos atrás, o maior número de títulos conquistados em conjunto.
Não que não seja honroso disputar a segunda divisão, até mesmo porque este infortúnio apenas não foi vivenciado pelo São Paulo, Cruzeiro e Flamengo. Apenas, imaginem no Brasileirão de próximo ano sem os clássicos cariocas envolvendo o Vasco. Isto será uma enorme e irrecuperável perda financeira já que presença do Vasco nestes clássicos é garantia de casa cheia e reforço de caixa para os Cariocas que sempre estão no vermelho e com salários atrasados.
Caros leitores e amigos, posso lhes garantir que permanecer na primeira divisão é mais fácil do que subir da segunda para a primeira, pois mesmo sem time e com alguma sorte pode-se ficar na primeira, mas para subir tem que se ter time competitivo, mesmo com orçamento modesto, e também alguma sorte. Enfim, o que aconteceu é também fruto de falta apoio da federação carioca, conforme relatado num recente comentário meu aqui nesta coluna.
Quanto ao São Paulo, além de ter sido favorecido em pelas arbitragens em diversas ocasiões, em especial contra o Botafogo, tendo este um legítimo gol anulado no Engenhão, e hoje tendo um gol validado em posição de impedimento claro com 1,31 m a frente do último zagueiro- que todo mundo viu- menos quem deveria ver. Ou seja o juiz. Ele e o bandeirinha indecente. Estas duas patacoadas destes nossos assopradores de apito, no mínimo suspeitos e mal intencionados, não permitiram que um verdadeiro e moral campeão tivesse lugar.
Para finalizar, desejamos o Vasco, no próximo ano, uma melhor sorte e compatíveis com suas tradições. Agora, só nos resta verificar o cumprimento do desafio de nosso Âncora, Leandro Carvalho, que disse que o Vasco não cairia, e se isso ocorresse ele rasparia a cabeça. Fala Careca!!!!! Meu nome é Hudson Olivares (Hudson Mengão), que doravante em outras oportunidades postarei outras notícias e/ou curiosidades dentro do mundo do futebol no Baú da Maldita.E adorarei ver seu comentário, aqui nesse post...

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

A malamada(sic!)_

Aproveita a onda e vote ao lado no craque "mala" da fama perdida do futebol carioca!




Pois é, e a famigerada mala branca está de volta a todo vapor.Aliás, será que ela alguma vez foi embora, principalmente agora na era ridicula dos pontos corridos,em que cada jogo é uma decisão, de acordo com os entendidos no assunto?
Evandro, do Palmeiras disse que quando estava no Atlético-PR recebeu do Goiás para rebaixar o Corínthians.Falou que quando o jogo começa ninguém se lembra do incentivo,mas quando o juiz apita o fim do jogo, a ficha cai e os caras se lembram! Afinal é dinheiro pintando na caixinha! Já Roque Júnior diz que nunca soube de nada de mala branca, mas "já ouviu falar". O presidente do Vasco, Dinamite, diz que nunca presenciou algo similar e seria contra se a ele fosse oferecida qualquer quantia seja para ganhar ou para perder qualquer jogo, assim como disse Zico.
Na crista da onda, o procurador de justiça Paulo Schmitt resolveu pedir abertura de inquérito, numa ação que a princípio para mim vem a sugerir mais "uma carona no assunto da moda" do magistrado, do que propriamente um ato visando moralizar essa prática.
Que não vem de hoje, os próprios boleiros admitem ser uma manobra antiga. Uma conduta tipíca dos capos da máfia siciliana. A questão que fica, ao menos pra mim, é a seguinte: será que aquele que se corrompe para ganhar, também não poderá se vender para perder? Porque alguns dizem : "gratificar para ganhar é uma coisa!" e "corromper para perder é outra". Se a mala branca é para ganhar, a preta seria para perder? Mas e os atos inerentes a essas ações de corrompedor e corrompido, ficam no senso comum? Talvez, fiquem como assuntos(corromper e ser corrompido) que de tão inseridos em nossa cultura, pareçam normais - e ao menos para mim- não o são. Não sou um baluarte da moral, mas tenho meus princípios.
Mais do que uma questão de grana, acho que é uma questão de integridade, de moral, de educação e de ética.E de vergonha na cara: ou se tem ou não se tem!È mais ou menos por aí... Tá dito! Beijos do âncora!

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Pop Maldita: "O Caô do Vovô"

Foto: Claúdio Salles - Leandro Carvalho, a caráter, e seu"incaível" Vasco na Rádio Pop Goiaba
E bem próximos de completarmos um ano na Rádio Fluminense AM 540, a primeira do seu dial, toda segunda-feira, ás 21 horas, levando sempre essa energia e alto astral, o Maldita Futebol Clube conta um pouco de sua história. Dia 17/12 estaremos fazendo uma ano e como parte dos festejos relembro, aqui nesse post, uma estória do quadro "Caô do Vovô", protagonizado pelo bom amigo, Sr. Antonio Torres. Aliás, a foto acima faz parte do acervo histórico do programa, ainda na rádio Pop Goiaba, quando se chamava Goiaba Esporte Clube e ia ao ar aos sábados das 18 às 20 horas. Mas, aqui falaremos do primeiro ano de Flu - maldita. Foi ao ar dia, 17/12/2007, o quadro "Caô do Vovô", e foi o único apresentado por lá, porque logo depois, por motivos des aúde, Sr. Antonio Torres teve que sair. Tá tudo bem com ele e a estória foi essa:

"Mané e Pezão"

Esta situação aconteceu mesmo e envolveu dois grandes personagens do nosso futebol: Mané Garrincha e João Saldanha. Aconteceu pelos idos da década de 60, na época em que Garrincha estava no auge da carreira e era presença obrigatória em todos os jogos do Botafogo. Sem ele a cota se reduziria pela metade. Pois é, certa vez, num destes amistosos no interior, Saldanha, então técnico do time, era só preocupação. O motivo dos temores do bravo João, era um becão de 1,85m, o lateral que marcaria Mané. Atendia ele,pelo sugestivo apelido de Pezão e, diziam, era daqueles que davam pontapé até na própria sombra... Ciente de que precisava fazer algo para preservar as valiosas canelas de seu craque, Saldanha mandou, então, um mensageiro procurar o truculento zagueiro com um recado: - O homem está a fim de te levar para uns testes no Botafogo. O problema é que você é muito violento e seu João prefere zagueiro clássico, que só joga na bola. Não vá desperdiçar a sua grande chance. Final do jogo, Botafogo 5 x 0, com três gols de Mané Garrincha, um deles passando a bola por entre as pernas de Pezão, que até o dia de sua morte, repetiria nos bares por onde passava: - "Qualquer dia desses, seu João vai me chamar." Jesus chamou primeiro. Coisas do folclore do futebol romântico de outrora.Esse foi mais um Cão do Vovô!Contando,ninguém acredita, mas realmente aconteceu.

domingo, 30 de novembro de 2008

Baú da Maldita : A Magia do Torneio Início

Caros Leitores.

Em meio a uma animada roda de amigos, alguém da velha guarda trouxe a discussão sobre o triste término deste saudoso e antigo torneio. Entre nós estavam também alguns jovens que além de jamais terem assistido este tipo de torneio em suas vidas, muitos também jamais tinham sequer ouvido falar deles, muito menos de que forma eles eram disputados. Portanto, resolvi fazer um pequena resenha sobre esta charmosa disputa regional.
Esta modalidade de torneio foi pela primeira vez disputado em 1916 e era uma verdadeira festa e uma enorme maratona de futebol, pois ele era disputado em um só dia por todos os clubes filiados e num só estádio, a competição se iniciava pela manhã e terminava a tarde. As famílias participavam intensamente e levavam cestas com frutas, comida e bebida para a resistir a longa jornada. Era comum um clube pequeno ser vencedor pois adotavam táticas bem próprias de rápidos contra-ataques e retrancas ferrenhas.
O mais engraçado era o seu regulamento. O sistema era eliminatório, isto é, mata-mata, quem perder tá fora. Nos primeiros confrontos, os adversários eram definidos por sorteio. Cada partida tinha 2 tempos de 10 minutos, trocando de lado sem intervalo, e em caso de empate-o que era muito comum-o critério de desempate era normalmente, até 1947, o número de encanteios pró que decidia! E se persistisse o empate nesse quesito, eram cobrados uma série de 3 penaltis, se o até definir o vencedor. De 1948 até 1967 e 1977 (última edição), o desempate era direto por penaltis. Uma curiosidade é que durante uma disputa por penaltis, todos tiros eram realizados pelo mesmo jogador. A partida final tinha 2 tempos de 30 minutos e uma prorrogação em caso de empate. Se após prorrogação continuasse empatado, como último recurso, vinha a série de penaltis. Não houve torneio início em 1917, 1933, 1935 e 1966. O maior vencedor deste torneio foi o Vasco com 10 títulos.
Meu nome é Hudson Olivares (Hudson Mengão), que doravante em outras oportunidades postarei outras notícias e/ou curiosidades dentro do mundo do futebol no Baú da Maldita.E adorarei ver seu comentário, aqui nesse post...

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Eu acredito em milagres!

Arte: Alberto Nascimento

Quanto mais eu rezo,mais assombração me aparece! A galera aqui não para de pegar no meu pé... tá feia a coisa. Tá tão sinistro que na coluna dessa sexta-feira, fizeram uma charge - a qual fui voto vencido- para publicar na nossa coluna semanal do jornal "O Fluminense", que vocês leêm na integra em http://www.ofluminense.com.br/ na seção colunistas(maldita futebol clube). E pior ainda, fui voto vencido para postar no blog! Mas, como bom democrata a postei e como vascaíno de fé, eu vos digo: o Vasco é "incaivel"(rs)! E mais, eu acredito em milagres, sim senhor e o Clube de Regatas Vasco da Gama segue mais vivo do que nunca, imortalizado no coração infantil e eternizado pela paixão e verdadeira demonstração de amor que temos dado nas arquibancadas "jogo-após-jogo". Os urubus, cachorros, abutres e fashions de plantão que me perdoem , mas ser Vasco é mais do que o demais, é tudo nessa VIDA. E eu não paro, não paro não, a cruz de malta ...meu coração!
Beijos do âncora!

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Quando o que parece impossível acontece...

Olha, estava aqui matutando,pensando mesmo no que postar. O que iria escrever? De novo iria colocar um post pedindo votos pra mim, como melhor comunicador AM, nesse link:Leandro Carvalho do Maldita Futebol Clube.Ou que uma crise de criatividade, tão comum aos grandes escritores, também iria me afetar? Que nada!Longe de ser um grande escritor, fuxicando meus gibis antigos, eu me deparei aqui com um exemplar do Batman em que o Coringa captura ele e com um exemplar em que o Superman morre!Olha só, o Superman, isso mesmo... o Superman morre! Até gibi do Zorro pintou por aqui... Aí, comecei a ler Cascão e Cebolinha, a famosa Turma da Mônica que sempre me amarrei e não é que me deparei com uma bitoquinha do Cebolinha na Mônica?Pois é, aí abro a internet e está estampado: "Mônica e Cebolinha se beijam em nova fase da turma".Que notícia interessante(na falta de outra coisa e dentro dessa crise criativa, né?)!Ou que falta de notícias interessantes,eu diria(rs).
Fonte:globo.com - Olha o pega deles, se bem que parece que a Mônica é que é quem ataca!
Quando iria se supor que em pleno século XXI, a turma da mônica fosse destaque em um site sério e com estardalhaço! O mundo mudou ou mudei eu? Ou mudamos todos? Sei que as coisas mudam,mas será que não teríamos noticiais muito mais sérias pra destacar. O fato mexeu tanto comigo, que resolvi descambar para esse lado no post. Nossos ídolos envelhecem, novas situações surgem, mas a Turma da Mônica e os super heróis de gibis vinham resistindo de uma forma ou de outra ao despertar tecnológico com histórias mais movimentadas e adequadas aos novos tempos. Pareciam meio que "imexíveis", como diria o ex-ministro Macri. Pareciam haver perdido um bom terreno de vendas no jornaleiro para os gibis digitais e a internet. Eis então que surge a Turma da Mônica Jovem em mangá. Ainda não sei se é uma boa ou uma má idéia. Tenho de me acostumar e ler. Se os jovens leitores vão ou não gostar e se os antigos vão se adaptar. Mas, me parece interessante, pois dá uma sobrevida a personagens que podem transmitir coisas boas aos novos leitores e adaptados aos novos tempos, continuar sendo "política e pedagógicamente corretos". Não sou daqueles que acham que toda mudança sempre é benéfica, há que se analizar todos os pontos, sempre. Mudar significa não estar satisfeito ou querer algo diferente, mas daí a dizer que é melhor do que o que se tinha antes é meio temeroso. Então que se dê tempo ao tempo, irei relêr meu gibis de outrora e comparar com a nova e radical Turma da Mônica(yeah!). Mas, como somos ligados ao esporte não poderia deixar de aproveitar o gancho das mudanças e falar:no Vasco, o Roberto depois de anos tirou o Eurico. A princípio se esperava muito dele e a expectativa diminui a medida que os meses passam e novas decepções surgem. Sempre fui contra o Eurico e o seu modo ditador e onipresente de administrar, mas bem ou mal todos respeitavam o Vasco! Com o Dinamite, houve uma abertura total, demasiada e até diretores jurícos remunerados existem. Pra mim, o Luiz Américo(vice jurídico) não deveria receber nada do clube! A bem da verdade é que o Dinamite está no "olho do furacão" e tudo pode acontecer. Boatos mil e o pior é que a guerra interna é maior do que a externa e acaba por tirar o foco da equipe na luta pela elite. Até guerra religiosa está havendo lá de católicos x evangélicos. O mundo tá meio doido mesmo, quem sabe daqui há pouco o sargento Garcia pssa, enfim, prender o Zorro, a terra ser invadida por alienígenas ou quem sabe o Cascão gostar de tomar banho?Vejam só, a Mônica emagreceu e o Cebolinha conseguiu dar uns pegas nela! È, já estou acreditando em tudo.Pode ser que em breve o Botafogo, deixe de ser o time "Peter Pan" aquele que nunca quer crescer e seja campeão. Que o Flamengo pague suas divídas milionárias e até que o Ricardo Teixeira largue o "osso" na CBF. O que eu não sei mais é o que é notícia interessante e o que não é...A que ponto nós chegamos! Ah, e também sei que o Vasco é "incaível"... E me remetendo aos meus gibis de infância, deixo aqui o beijo do âncora!

terça-feira, 25 de novembro de 2008

O que você achou?








E após muita polêmica a diretoria "Dinamite" anunciou um novo patrocínio, superando o anterior em números. A Reebok, que pagava ao clube coisa de R$76 mil mensais, dançou para a Champs que irá pagar R$500 mil por mês. Agora, do nada surgem "euriquistas" de plantão dando conta que a mesma empresa já havia ofertado R$30 milhões por 4 anos a diretoria anterior sem obter respostas. Ou seja, o Vasco perdeu dinheiro mais uma vez se formos pensar pelos "euriquistas",pois além de não estar há algum tempo já recebendo esse valor, a oferta de agora teria sido um pouco menor. Ora, vamos e convenhamos quem acredita mais nos "euriquistas"? Vários documentos "sumiram" da colina e será que não há algo estranho nisso? O fato é que a diretoria do Roberto, mesmo em fase de "aprendizagem"e comete erros,mas fez uma captação de recursos superior a do Eurico nesse ponto e parece que vai engrenar 2009 com um grande patrocínio da Eletrobrás. Pelo menos tudo se encaminha para tal. A herança maldita, de um time mal formado, com uma pré-temporada "das árabias", técnicos de pouco renome como Alfredo Sampaio ou já muito batidos como Lope, refletiu na campanha do brasileirão. Não que o Dinamite não tenha culpa, muito pelo contrário, agora que virou vidraça, está sujeito a pedradas mesmo. E errou muito, por exemplo com o Tita e as contratações derivadas dele como Johny, André e outros menos cotados. Errou ao trazer Odvan e Pedrinho a meia bomba e erra ao conceder privilégios ao "traíra" L.Amaral!Deixa ele mais três meses de castigo, pois o que ele fez com o Vasco não se faz.E, além do mais, não está jogando nada faz tempo!Desde que entregou o ouro na mão do bandido no segundo gol do Sport, em Recife. E erra ao não ser tão firme, como no caso dos Bambis de São Paulo e das crianças que não entraram em campo(absurdo) .Agora, entre erros e acertos ao menos parece que temos uma administração mais transparente, mais séria. Só o tempo dirá. E na onda da Champs os "euriquistas" questionam tudo. Desde a qualidade do material até o novo layout das camisas. Ainda não peguei em mãos as camisas, mas louvo a nova diretoria em querer colocar camisas a preços acessíveis de R$40 pro povão ter acesso, a pirataria diminuir e o clube arrecadar muito mais. E quem quiser camisas melhores também as terá. Quanto ao novo visual, acho impactante demais para quem vê a primeira vez, mas a gente acaba acostumando. Não foi assim quando o Vasco colocou camisas de cores variadas no uniforme de treino? Ou quando voltou o terceiro uniforme todo preto? Ou na camisa de manga curta do goleiro Sílvio Luiz? Muita calma nessa hora, todos nós vascaínos e sócios devemos opinar. Acho que o detalhe das estrelas deve ser mantido na frente e que as faixas devem ser mantidas nos uniformes tradicionais. Quanto as outras inovações, tenho lá minhas restrições. Acho até por essa diretoria estar chegando agora e a empresa estar sendo questionada em sua qualidade de material, que a coisa deveria ser "mais devagar com o andor , que o santo é de barro", entendem? Uma coisa de cada vez: primeiro manter o time na elite, depois a temporada de 2009(patrocinios, atletas e tudo o mais).Na minha opinião a apresentação das camisas e do patrocínio novo foi colocada na hora errada. Que se esperasse o final do brasileirão. Ou será que estão com medo de cair?Pra mim, o Vasco nã cairá! No resto é isso, nos comentários e na enquete ao lado, gostaria que cada um de vocês exprimissem a sua opinião e nós desse cantinho enviaremos para a direção do Vasco o reflexo desse post, ok? beijos do âncora e não esqueçam de votar em mim... o link tá no post abaixo...valeu!

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Pra descontrair um pouco!

Foto : Felipe Souza Na Flu AM 540Banda Sala de Estar e o âncora Leandro, segunda a esquerda

Galera, segunda é sempre um dia bem morno, ainda mais com a situação do meu Vasco e com a roubalheira contra o futebol carioca!Bem...preparando o Maldita Futebol Clube, que rola toda segunda ás 21 horas na rádio Flu AM 540, me deparei com muitas coisas legais. Primeiro, na pesquisa musical de hoje teremos uma banda irlandesa chamada The Cranberries, que é show! Rolaremos uma seção Pop 90 tipo,Los Hermanos, Red Hot, Charles Brown Jr, Cidade Negra e Pitty. Teremos a cena underground dos anos 70 com The Doobie Brothes e o Rock-BR 80 com Lobão. E quadros novos como apinto na boca, asneira do madeira e Isso é Maldita!(sobre rock and roll). Novidades que me levaram a mil lugares sem sair de casa. Me levaram ao site, onde busco um lugar ao sol e espero o seu voto:é só clicar nos comentários e votar em Leandro Carvalho, para melhor comunicador AM que eu, desde já, agradeço! Mas, para quem gosta de dar uma boa risada,vale a pena dar uma chegada aqui e ver. E como detalhe o fundo musical:as franguinhas que não sabem agarrar uma bola direito! Um monte de pixotadas debaixo dos paus, ora bolas! E para as mulheres que querem saber como (não) se bate um lateral, fica aqui a sugestão para (des) aprender,junto com um beijo e um abraço do âncora:show!



sábado, 22 de novembro de 2008

"Enquanto houver um coração infantil, o Vasco será imortal"

Foto: Mamãe Ana Elisa - Papai âncora,Leandro Carvalho e o filhote vascaíno João Leandro
Dia agitado e nervoso, é final de campeonato brasileiro e últimos dias(até quarta) pra galera registrar seu voto para melhor comunicador AM( na qual eu, Leandro Carvalho, concorro) nos comentários do site: http://www.ricardomiamibeach.zip.net/. mas, isso são outros quinhentos...
Bem, a frase acima(título do post) fica exposta nos muros dos campos das categorias de base, embaixo da arquibancada do Vasco, no entorno de São Januário. Ela foi dita pelo ex-presidente Cyro Aranha, num contexto diferente do atual, mas aqui fica o apelo ao torcedor vascaíno. Esqueçam as divergências, coloquem a política de lado e unam-se. Como crianças que brigam e depois voltam a se falar.Temos que estar juntos e incentivar como foi contra o Santos! O sentimento não para e todo vascaíno tem amor infinito dentro do coração, diz a canção.... Vá, lote São Januário na paz. Sejamos cordiais com o adversário fora de campo e dentro dele vamos partir pra dentro(na BOLA), com o incentivo dessa "imensa torcida bem feliz"! Faremos com que cada um de nossos jogadores se transformem em guerreiros e se multipliquem por três, quatro ou cinco!São apenas 270 minutos, três jogos, para evitarmos o vexame maior, fruto de anos de improbidade administrativa (imposta a nós, pela ditadura Miranda). Iremos nos reerguer, mas que seja na elite! E que a imagem feliz desse pai coruja- que vos escreve -ao lado do filhote amado, João Leandro(super "pé-quente"), ilumine nossos corações e dê forças aos nossos jogadores. Iremos para sequência de três vitórias, tenho certeza, e assim eu espero e não pode ser diferente. Quie os Deuses do futebol iluminemos jogadores do Vasco e a juízada sopre direito o seu apito! Em campo, na moral, sou mais Vasco...sempre!Temos raça e coração. Não adianta, o Souza encarnar, oThiago ficar de gracinha, o Alberto zoar, o Vítor dizer que vamos cair e outros ficarem tirando sarro... O Vasco é muito maior do que isso tudo e ainda vamos rir e tirar onda com essa rapaziada que pega no nosso pé. Eu,Charles Madeira e atorcida mais alfabetizada desse país, a vascaína. Mas, pensando bem, olha só que foto!O João Leandro leva a cruz de malta no seu peito desde que nasceu! Beijos do âncora...casaca! VASCOOOOO.....

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

"As fábulas do Dunga"

Charge: Alberto Nascimento - Coluna da MFC, as sextas em "O Fluminense"

Pois é, e ao mesmo tempo que a votação para melhor comunicador da AM rola solta em http://www.ricardomiamibeach.zip.net/ e eu peço seu voto nos comentários, apenas clicando nos posts e sugerindo "Leandro Carvalho"(petulante né?rs), parece que nós vamos seguindo aqui pela "terra brasilis" com o Dunga no comando da seleção. Longe de caber a mim críticas, muito pelo contrário, coloco aqui algumas questões: 1º será que algum outro técnico conseguiria ser tão melhor do que ele? 2º Quem seria esse técnico? 3º Porque as critícas tão exacerbadas ao Dunga, feitas em sua maioria pelo Globo, são tão discutidas e suas virtudes tão pouco propagadas? Seria porque ele se nega a dar privilégios a uma meia dúzia da imprensa, quer por ter mais recursos se julga com mais direito?. Coisas que parecem simples,mas não são na realidade. Será que essa mesma empresa( a Globo)- que comprou o direito de transmissão dos jogos da seleção brasileira e impõe um número minímo de jogos e o horário das transmissões- não seria também responsável em parte pela perda do "elan", do charme e total banalização dos jogos da seleção brasileira? Pra quem não se lembra, há bem pouco tempo um jogo da seleção canarinho era um acontecimento. As pessoas paravam de fazer tudo para assistir. Inúmeras pessoas paravam nos bares, nas lojas de eletro e nos shopings para assistir ao jogo. O Brasil "parava", mesmo não sendo copa. porque será que isso não acontece mais, a seleção virou um mero produto para venda ou o público encheu o saco de tanto ver a seleção?Outro ponto: como eram poucos amistosos, os jogadores brigavam para jogar pela amarelinha, hoje muito nem ligam e devem pensar: "Não tem problema não...não jogo esse , mas mês que vem rola outro amistoso, aí eu vou" È só isso. No mais quero perguntar: Quem é Cristiano ronaldo? Alguém viu ele em campo essa semana? Um "showcolate" canarinho, com direito a brilho de Kaká, ousadia de Maicon, a segurança de Thiago Silva e as artimanhas do goleador Luís Fabiano, o fabuloso! Contando ninguém acredita, mas as fabulas do canarinho seguem tendo Dunga como melhor personagem coadjuvante, e a imprensa paulista e a Globo como "SUPOSTAS" vilãs ao lado de Ricardo Teixeira. Eu sempre contesto o que é tão unânime e acho que o Dunga não está nem tão mal assim que deva sair e nem tão bem assim que deva ser exaltado. Faz o que pode. Lembrando que o material que ele tem em mãos é inferior a Argentina e alguns outros europeus. Pelo menos assim eu penso. Longe de ser advogado do Dunga, quero aqui apenmas me manifestar contra toda e qualquer orquestração para forçar a queda do cara. Até data colocaram pra isso. Uma pena, um papela lastimável de parte da imprensa, um desserviço ao nosso futebol. Tudo isso apenas porque o cara não quer deixar a seleção ser feudo de determinados segmentos da imprensa esportiva brasileira. A charge acima está na coluna de "O Fluminense", dessa sexta, nas bancas no estado do Rio de Janeiro por apenas "1 dinheiro". Quem quiser conhecer melhor o trabalho do jornal basta ir em http://www.ofluminense.com.br Obrigado pela presença e comentários de todos(as). Beijo do âncora!

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

"Ciranda, cirandinha"

Nunca o futebol carioca foi tão dependente de união quanto agora!Uma verdadeira ciranda...senão vejamos: O Flamengo precisa que Vasco e Flu vençam ao São Paulo e que o Botafogo ganhe do Palmeiras! O Vasco e o Flu torcem por vitórias do Fla e do Botafogo contra o Atlético -Pr e do alvinegro contra o Figueirense. Além disso na inesperada briga alvinegra pela sul-americana concorrem Coritiba e Vitória, adversários diretos do Vasco, e Internacional que joga com o Flu. Assim, não seria de todo ruim que Vasco e Flu retribuíssem as "gentilezas" das possíveis vitórias alvinegras e as devolvessem... Entre alhos e bugalhos o que sobra é o seguinte: Tem que vencer, PORRA! Não se pode dar ao luxo de derrotas. A hora é de todos se unirem sob pena de não termos os quatro na elite ano que vem!Dá pro Fla acreditar no título e na Libertadores, como consequência. E pro Botafogo se manter em uma competição internacional ano que vem. Quem sabe 2009 não reserve ao Vasco o seu renascer? E o Flu não leve, "de bandeja", uma vaga (depois falo dessa "cartolada do Branco") na Libertadores ? Tudo é possível, repito, mas quem sabe o mundo que dá realmente muitas voltas, não possa nos remeter nessa "ciranda, cirandinha" carioca à um sinal -que faltava- para retomarmos nossa hegemonia nacional! E não venham me dizer...quero ver meu rival no lixo...o que seria do Vasco sem o Fla ou vice-versa? E, de ambos sem Flu e Bota para rivalizar?Pensem nisso...Ruim com eles,muito pior sem! Beijos do âncora.

terça-feira, 18 de novembro de 2008

Baú da Maldita: Para ser Campeão, não dependa dos outros

Caros Leitores.

Time que quer ser Campeão, tem que fazer a sua parte em campo para não depender de ninguém.
Nesta edição do campeonato brasileiro de 2008, embora o Flamengo já tenha sido líder disparado na tabela, deu mole, rebolou em campo e entre outras bobeiras, foi esculachado em casa para um limitado Atlético Mineiro e empatou, também em casa, com a fraca e candidata ao rebaixamento, a Portuguesa, cedendo assim toda sua vantagem e não conseguindo mais retornar a liderança. Hoje com 3% de chances de ser campeão, faltando apenas 03 rodadas e com 02 jogos duríssimos fora de casa, mesmo que consiga realizar a façanha de vencer estas 03 partidas restantes, ainda depende de uma combinação de resultados para se almejar o título.Para piorar, ainda temos que torcer para que o Vasco, nosso mais odiado adversário, vença o São Paulo em São Januário para podermos voltar a sonhar. Contudo, todos sabemos que o São Paulo não é de deixar escapar entre os dedos chances como esta, de vir a ser seguidamente tri-campeão e hexa desde 1971.
Porém, ai porém, me lembro muito bem que em 1992, este mesmo Vasco derrotou este mesmo São Paulo por 3x0 em S. Januário, classificando o Flamengo para as finais contra o Botafogo. O Foguinho, que tinha sido na época o time de melhor campanha, contava com a vantagem de 2 resultados iguais para ser o Campeão.
Logo na primeira partida, que apesar do despencamento de um setor da arquibancada do Maracanã ter vitimado 03 torcedores do mais querido, o esquadrão Rubro-Negro, comandado pelo saudoso Júnior, detonou o Botafogo por 3x0.
Um fato muito engraçado ocorreu no dia seguinte a este primeiro jogo, a comemoração Rubro-Negra se estendeu em um churrasco na casa do atacante Gaúcho do Flamengo. Renato Gaúcho, a estrela do Botafogo, compareceu ao churrasco flamenguista, gerando uma polêmica que resultou no seu afastamento da equipe para a segunda partida. Nesta segunda partida, o traumatizado Botafogo sofreu logo 2x0, em seguida, o então relaxado Mengão cedeu o empate no final da partida, mesmo assim sagrou-se Penta-Campeão.
Desta forma, como em futebol tudo pode acontecer, neste domingo, toda a torcida do Flamengo será vascaína DESDE GAROTINHO.E viva o Vascooooo.

Meu nome é Hudson Olivares (Hudson Mengão), que doravante em outras oportunidades postarei outras notícias e/ou curiosidades dentro do mundo do futebol no Baú da Maldita.

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

A emoção do futebol...

Foto: o garotão Rubro-Negro Bernardo deixando papai Maurício Duarte orgulhoso e feliz!

Hoje, em homenagem ao Dia do Flamengo, o Maldita Futebol Clube começará uma série com essas crianças que tanto amamos e a emoção do futebol. O que faz a magia do futebol permanecer inalterada e pelo contrário, se manter como chama acesa dentro dos nosso corações?Essa paixão um tanto quanto platônica, que move nossos corações e nos faz ficar sem voz nos jogos ou alternar estados de espírito de acordo com o resultado dos jogos dos nossos "times do coração". Muitas pessoas, casam e descasam. Mudam durante a vida o modo de pensar e agir. Mas, dificilmente trocam de time. Algo interessante e ainda meio sem explicação. Pensem nesse post, cantarolando: " Não tem, explicação...explicação...não tem explicação, não tem, não tem", na voz de Cassia Eller sob as palavras poéticas de Nando Reis. Do que o futebol é movido: paixão ou razão? os saudosistas diziam que o que fez o futebol chegar ao estágio atual foi o fato de que mexeu com o coração do povo e fez gerar interesses para além do esporte bretão. Já os capitalistas de plantão dizem que mexem com o emocional racionalizando a paixão e por isso faturam tanto. quem está certo, quem está errado. E mesmo, será que há alguém certo ou errado? Somos paixão enquanto público, razão enquanto jornalistas esportivos, mas será que sempre sereíamos tão profissionais assim?Tenho minhas dúvidas acerca disso. Nós do MFC trabalhamos a emoção do torcedor, mexemos com os sentimentos do ouvinte e expressamos nossas preferências abertamente, doa a quem doer. Somos o que somos. Todos nós temos o nosso time, mas sabemos separar a hora da emoção da razão. Temos senso de criticidade. È isso, você leitor amigo que tiver uma foto sua com a camisa do clube do seu coração e que quisre postar aqui, deixo aberto o convite: mande pro e-mail malditafutebolclube@ofluminense.com.br, seu nome, seu time e sua foto. Postaremos aqui o cantinho do torcedor. Faço nesse post uma homenagem a todos os milhares de flamenguistas, hoje felizes da vida. A minha esposa Ana Elisa, amiga e copmpanheira, rubro negra ferrenha(ninguém é perfeito mesmo,não é?rs), ao meu amigo Thiago Bastos, ao meu sobrinho Thiago Oliveira, ao pop goiaba Claúdio Salles, ao diretor de "O Fluminense", Alexandre Torres e ao meu orientador, o professor e mestre Maurício Duarte, que gentilmente nos enviou a foto de seu filhote, o pequenino Bernardo(acima)já devidamente uniformizado de rubro-negro. "Cobra coral, papagaio vintém, vestir rubro-negro não tem pra ninguém..." já dizia o samba.Que "pecado" professor, faz isso com o menino não...dá uma camisa do Vascão pra ele...rs!Apesar de não concordar com o samba,muito pelo contrário(discordo inteiramente),como vascaíno que sou, é bom que se diga que "eu teria um desgosto profundo se faltasse o Flamengo no mundo". Afinal de contas, não há nada melhor do que ganhar dessa mulambada mequetrefe do "Lixão do Urubu". Parabéns urubuzada, o dia é de vocês. Comemorem enquanto puderem...São 113 anosde existência, desde os primórdios na Praia do Flamengo 222, quando surgiram no remo, até hoje em dia com milhões de (sofr)torcedores. Aliás no MFC, estaremos hoje sorteando um Kit Urubu com camisa , boné e carteira rubro -negra(ecat!). È as 21 hs, se liga porque terá som de primeira, um bom papo, informação e a discória passional de sempre. Quem é mais sofredor: charles madeira e seu Vasco, Vítor costa e seu flu, Felipe Souza e seu Botafogo ou Thiago bastos e seu Flamengo? Só no maldita, só na Flu AM540(hoje) ás 21 hs ou então esperem amanhã e confiram na barra de mídia do site http://www.malditafutebolclube.com.br/ e confiram in loco. È isso, tô na boa, tô n área. Beijo do âncora!P.S.: O amigo(a) que quiser e puder perder uns poucos minutinhos de seu tempo e prestigiar o âncora Leandro Carvalho, candidato a melhor comunicador da rádio AM carioca, o caminho é o seguinte: acesse http://ricardomiamibeach.zip.net/, vá em qualquer post e comente. Diga o seu voto: quero votar no Leandro Carvalho(ou em outro) para melhor comunicador da rádio AM. È só colocar nome e e-mail! Repito: é só comentar em qualquer post, não há enquete específica para não haver clonagem de votos!!Valeu!

sábado, 15 de novembro de 2008

Maldita Futebol Clube agradece!

Judson Monteiro(boné), o âncora Leandro Carvalho e Felipe Souza. Isso é Maldita!
E após uma intensa disputa com o programa Rock Bola da OI FM, o Maldita Futebol Clube levou a melhor. Na enquete realizada entre os colegas radialistas e com o voto dos amigos blogueiros, leitores e ouvintes, o Maldita Futebol Clube teve 62 % dos votos contra 38% do Rock Bola. Sendo esse o nosso primeiro ano efetivo de trabalho, considero uma baita vitória. Primeiro pela indicação, inesperada, mas fruto de um trabalho feito com muito amor e arúdo e segundo, pela vitória. Sabáiamos da qualidade de nosso concorrente, alguns de seus componentes são nossos conhecidos e temos reconhecidamente que falar, que eles são os pioneiros. Nós desenvolvemos um trabalho único na AM, mas nosso programa é a cara da FM, futebol, mulher e rock and roll, meu DEUS como isso é bom!Parabéns aos companheiros de mesa bem votados para comentaristas como Felipe Souza, Charles Madeira, Vítor Costa e Thiago Bastos, ao trabalho de bastidores de Judson monetiro e a eterna criatividade de Alberto Nascimento. Obrigado pelos votos recebidos como âncora. Agora a minha luta é mais árdua: há uma votação em curso no m,esmo blog sobre melhor comunicador da rádio AM e a distância que me separa do líder é apenas de 27 votos!. O amigo(a) que quiser e puder perder uns poucos minutinhos de seu tempo e prestigiar o âncora Leandro Carvalho, candidato a melhor comunicador da rádio AM carioca, o caminho é o seguinte: acesse http://ricardomiamibeach.zip.net/, vá em qualquer post e comente. Diga o seu voto: quero votar no Leandro Carvalho(ou em outro) para melhor comunicador da rádio AM. È só colocar nome e e-mail! Repito: é só comentar em qualquer post, não há enquete específica para não haver clonagem de votos. Ainda gostaria de agradecer a Claúdio Salles, Alexandre Torres e a minha esposa Ana Elisa.Obrigado galera, amo todos vocês de paixão. Beijo do âncora!

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Apito na Boca: Uma imagem vale mais do que mil palavras?


Cara, essa charge do Alberto Nascimento diz tudo. Será que a balança da CBF pende mais para algum lado? Será que algum clube tem mais peso do que o outro? Deixo as respostas para vocês nos comentários...

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

PANACEA MUSICALIS - A música escrita no blog do Maldita...

COR DA PELE, F***-SE!!!
por Ricardo André


Atendendo ao pedido do rapper Xis e seu 4P (Poder Para o Povo Preto), com o apoio de mais de cinqüenta mil manos, de Mano Brown, passando por Alcione, ao eterno negrão engajado Netinho, o Tio Sam sucumbiu ao sorriso simpático de Barack Obama, fazendo dele o “primeiro presidente negro dos Estados Unidos da América”!

Se a cor da pele fosse o mais importante pra marcar essa inegável ruptura com a política Bush, melhor seria eleger a popular Oprah Winfrey, que além de ter a pele negra, é mulher ou, quem sabe, a Condoleezza Rice que, ainda por cima, é feia... um dia chegaremos lá!

Chistes à parte, o Panacea não podia ficar calado diante desse fato histórico. É o ponto final (???) de uma trajetória de sangue e de luta... É o fim do triste “Tomorrow”, soundtrack de Quando as Metralhadoras Cospem: “Tomorrow never comes (...) Tomorrow's far away, Tomorrow, as they say, Is reserved for dreams”. A vitória de Obama é o despertar absoluto do sonho de Martin Luther King Jr. e de milhões de americanos, negros ou não.

Hoje, tenho a absoluta certeza de que corretos estão os historiadores que afirmam ser um equívoco chamar o negro americano de "afro-americano". Seria reduzir-lhes a história de luta. A história desse povo oprimido deixou de ser a dos negros africanos desde o eclodir da guerra de Secessão, para se tornar outra, independente, única e marcante. Seja na luta pelos direitos civis, seja nas artes, e em especial na música como essa coluna já destacou, o negro americano está cravado na história dos EUA de maneira indelével.

A ascensão de Obama ao poder, ao mesmo tempo em que coroa de glória a história do negro norte americano, inicia outra etapa: meta-racial. Para além da cor da pele, há que se olhar adiante com os olhos de quem não enxerga na cor da pele qualquer motivo para a diferença. Isso, doravante, há de ser irrelevante. E já nem mesmo foi explorado na vitoriosa campanha do democrata eleito.

Curiosamente, a KKK (Ku Klux Klan) e seus estúpidos WASPs (White Anglo Saxon Protestant) manifestou-se após a eleição de Obama, afirmando, curiosa e recalcadamente, que Obama não é negro (!?), mas “metade negro”, mulato, uma vez que foi domesticado por sua mãe branca. Daí se vê a quem interessa esse debate racial daqui pra frente.

Ao auto intitulado "Grande Cavaleiro da Ku Klux Klan", Thomas Robb, de onde partiram as imbecilidades acima descritas, o Panacea dedica um trechinho de uma canção do Rappa. Uma música que, segundo consta, foi inspirada no Marcinho VP do Morro Dona Marta (aquele retratado no livro Abusado, do jornalista Caco Barcellos) e que fala da miscigenação de um certo "Homem Amarelo".

Para que não haja dúvidas, não estamos a dedicar ao KKK uma singela canção. Mais especificamente, dedicamos aos molóides aquela enfática inserção à letra, como executada no Acústico MTV, de preferência em alto volume e na voz rouca e furiosa de Falcão, que diz mais ou menos assim: “Cor da pele, foda-se!!!”

terça-feira, 11 de novembro de 2008

Nanda Garcia a Candidata do Maldita no Ídolos


Ai galera que curte o Maldita F.C. vamos ajudar a Nanda Garcia


Aqui quem vos fala é o Alberto Nascimento e venho por meio desta pedir o apoio para a cantora niteroiense Nanda Garcia, ela esta entre os 7 melhores na disputa do programa ídolos da Record. Só o seu voto pode ajudar a nossa amiga a vencer, Ligue 015 11 7423-300 ou através de SMS para 43656 com a palavra NANDA. Quer conhece-la melhor visite o site http://www.nandagarcia.com.br/. Lembrando que nesta etapa os votos devem ser efetuados entra as 23:00 do dia 11 de novembro até as o 18:00 do dia 12 e tem uma dica, da p/ votar até cinco vezes em uma ligação.


Vamos lá galera do Maldita, conto com vocês.

Baú da Maldita e o quase esquecido pequeno grande Bangú Atlético Clube

Caros Leitores.

Na coluna Baú da Maldita, o tema postado em 04/11/2008 sob o título de Falta de Apoio da Federação Carioca de futebol, ressou até mesmo entre os caros leitores futebolistas de Minas Gerais, que também se sentem desprotegidos de sua própria Federação, aos quais agradeço o apoio e comentários recebidos.
Gostaria de ressaltar que os temas de meus comentários, normalmente surgem durante o nosso grande programa Maldita Futebol Clube.
Na noite de ontem 10/11 durante o quadro o Craque e o Bagre, citei orgulhosamente o time do Bangú como o Craque da rodada, e isso se deve ao fato que este, um pouco desconhecido pelas novas gerações, é lider do quadrangular da Segunda Divisão do Futebol Carioca, e é com muita expectativa que este glorioso Clube do passado, não tão distante, pode retornar à Elite do futebol.
A alguns anos, o Bangú, juntamente com o saudoso América, eram ditos como o segundo time do coração de muitos cariocas, além deles já terem uma legião própria de abnegados torcedores.
O Bangú possui dois títulos cariocas ( 33 e 66 ) e seis vices ( 51, 59, 64, 65, 67 e 85 ) e neste mesmo ano de 85 foi vice campeão Brasileiro em final realizada no Maracanã contra o Coritiba, e diga-se de passagem estive presente no estádio para assistir a esta peleja. Durante o tempo regulamentar a partida terminou em 1x1 e infelizmente em disputa de penalties, meu querido Bangú sucumbiu ao que poderia ter sido a maior glória de sua longa história..
Embora eu seja um lúcido torcedor do FLAMENGO, gostaria ressaltar que em 66 fomos massacrados por 3x0, em pleno Maracanã, pela poderosa esquadra do Bangú que tinha a seguinte formação:

Ubirajara, Fidélis, Luiz Alberto, Mário Tito e Ari Clemente, Jaime e Ocimar, Paulo Borges, Cabralzinho, Ladeira e Aladim.

Na segunda etapa da partida, graças a uma tremenda confusão entre os jogadores Almir( o Pernambuquinho ), do Flamengo e Ladeira do Bangú, a partida foi encerrada aos 25 minutos do segundo tempo, livrando-nos de uma goleada ainda maior, tal qual a de Bangú 4x0 Fluminense na final de 1933.
Em tempo, gostaria de ressaltar que um dos maiores méritos do BANGÚ é que já em 1905, ele admitia atletas Negros no futebol.

Meu nome é Hudson Olivares (Hudson Mengão), que doravante em outras oportunidades postarei outras notícias e/ou curiosidades dentro do mundo do futebol no Baú da Maldita.

Eventos MFC


Foto 1 : Folders do Show de João Pinaud no Letras e Expressões em 25/11, ás 21 hs.

Foto 2- Da esquerda para direita:Hudson Olivares( o substituto), Felipe Souza, Alberto Nascimento, João Pinaud(óculos) e Charles Madeira.

Foto 3 - Estúdio da Rádio Flu AM - Programa MFC 10/11. Ao Fundo , o operador de aúdio Edgard Manhães com Hudson a sua frente, Charles madeira(verde - de costas), Vitor Costa(boné branco) e o âncora Leandro Carvalho, a esquerda

Cara, é com muita alegria que faço esse post de hoje. Após(mais um) o excepcional programa que rolou na noite de ontem na Flu AM 540(foto 3), muitas novidades. Nosso convidado da noite foi o músico e ator, João Pinaud(Foto2- com a galera do MFC). O cara vai fazer um show na livraria Letras e Expressões que fica na rua Visconde de Pirajá,276 - Ipanema-RJ tel.:2521-6110. Será na terça-feira, ás 21 hs, dia 25/11. È a Companhia Brasileira das Modinhas de Sacanagem(foto1), com o fundamental apoio da Fundação "Mão na Bunda"(sempre atrás de você!). È uma comédia rasgada, criativa e envolvente. Músicas, imitações, apresentação dos filmes para o "OSCAR"(sensacional). Com a colaboração do locutor Glauco Prunes. Vale muito a pena ir lá. Com certeza estaremos lá. Além disso, o cara é baixista da banda Colorado Country. Toca muito, é muito engraçado, mas tem o "defeito" básico: é flamenguista! Mas, isso a gente "perdoa", porque tem tempo de mudar...Bom, a parada é a seguinte: vai rolar um super show da Colorado Country no Bar Itália em Charitas- Niterói, na próxima quinta, 21 hs. Couvert: Só 7 pratas!No Repertório músicas de rock anos 70, músicas folk rock estilo Creedence, Lynyrd Skynyrd e Country. Músicas cover e de repertório próprio. È bem interessante o trabalho da banda. Eu e Felipe Souza estaremos por lá.Isso também é Maldita! Eu sou Leandro Carvalho, tô na boa, tô na área! Quem quiser saber mais, acesse:http://www.coloradocountry.com.br/.










segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Professor Prancheta


Gente, hoje é dia do Maldita Futebol Clube, na Rádio Flu AM 540 , ás 21 hs. Então, galera, vocês já sabem: sintonia fina na Maldita, as nove da noite!E além disso, estamos sendo votados no quesito melhores do ano em resenha esportiva descontraída, melhores comentaristas, melhor comunicador e encora da rádio AM carioca. Tudo isso no endereço: http://ricardomiamibeach.zip.net/index.html. Basta entrar e comentar em um dos posts, apontando melhor resenha esportiva da rádio carioca, melhor âncora,melhor comentarista e por aí vai...Quem quiser ou puder, a gente agradece e muito!

Mas, eu falava do Maldita futebol Clube e lá tem um quadro que nos remeta história do futebol, uma parte séria e lúdica, um tanto quanto interessante. bem redigida e elaborada pelo professor Vítor Costa, um historiador tricolor apaixonado e gente muito boa! Hoje, ele falará sobre uma história de uma excursão do Botafogo a Sampa muito louca!Aqui , irei falar da origem do grito Casaca, no Vasco.O grito de guerra da torcida do Vasco é mais antigo que o estádio de São Januário. Mas a origem é controversa. Há duas versões conhecidas para o grito:
*Segundo o sr. Feliciano Peixoto, o "Ramona", ex-remador do Vasco e integrante da turma da Fuzarca:
Nadécada de 20, alguns clubes que disputavam os campeonatos de regatas - Internacional de Regatas, Boqueirão e Vasco da Gama - ainda não possuíam sede própria. Seus atletas se reuniam na rua. Como não tinham local para se encontrar, os atletas de remo e natação da época eram identificados como grupos. Cada grupo recebia uma denominação. Assim é que o Internacional de Regatas criou o Grupo dos Lindos. Para não ficar atrás, o Boqueirão denominou sua turma de Grupo das Garrafas e no Vasco surgiu o Grupo dos Supimpas. Os integrantes do Grupo dos Supimpas, como todos os outros, jovens, começaram a promover reuniões festivas que se chamavam "reco-reco" e seus participantes ficaram conhecidos como turma da Fuzarca. Fuzarca significa simplesmente farra.A turma da Fuzarca foi crescendo, se ampliando e ganhando vida própria. Os Sumpimpas resolveram criar concursos de natação, remo e polo aquático, além de outras festinhas para reunir o pessoal. Foi construída uma quadra de vôlei, em um terreno localizado na rua México, no Centro, onde passou a se reunir a nata do remo, da natação e do pólo aquático do Rio. Sempre, após os treinos, lá iam eles para quadra de vôlei, onde praticavam esse esporte e se divertiam. Tornaram-se tão amigos todos eles, que muitos foram se transferido pra o Vasco, após a construção de São Januário.
Havia um outro motivo que os reunia, além do remo, da natação e do pólo aquático : as lindas praias da época, o Calabouço, e principalmente a praia das Virtudes, a mais concorrida.
Na praia do Calabouço, o Vasco e os clubes reuniam seus atletas para competir. Na praia das Virtudes, que ficava em frente à Santa Casa de Misericórdia e à Igreja Santa Luzia, se concentravam jovens do Centro, da Cidade Nova, da Lapa, de Santa Tereza e adjacências. Havia um animador que ficava na beira da praia e era um verdadeiro sucesso entre os jovens. Era Claudionor Provenzano, que realizava entre outras promoções banhos de mar à fantasia.
O grupo aquático Os Supimpas se fazia presente sempre. Seus integrantes desfilavam com o corpo todo pintado. A turma da Fuzarca, já em grande número, se divertia muito, enquanto o bloco dos Supimpas ia dançando e cantando. Essas festas se arrastavam pelo ano mesmo fora de épocas como a do Carnaval.
Os Supimpas desfilavam da quadra de vôlei na México até a Praia das Virtudes. Aí, foi introduzido o Casaca para fazer rima com Fuzarca, exatamente na quadra de vôlei, cantado pelos remadores. Os próprios atletas divulgavam o grito das animadas festas da praia. Dos dias de carnaval para as competições, o grito de guerra de um grupo de atletas do Vasco foi tomando conta de todos os locais onde o Vasco disputava competições.
Passou a acompanhar as competições e os jogos de futebol. Inicialmente, o grito de Casaca era puxado por Francisco Vieira Salinas, o "Bambu", acompanhado pelos três outros sócios da turma da Fuzarca : Carlos Martins dos Santos, o "Carlinhos", Mário Muto, o "Cocó", e o próprio "Ramona", ou Feliciano Peixoto.
Bambu iniciou e outros atletas foram seguindo, além dos sócios da turma da Fuzarca. Ao terminar as festas, encerradas as músicas, os cantos e as danças, todos puxavam o Casaca, que passou a ser uma espécie de hino às vitórias. Dos quatro sócios iniciais, a turma da Fuzarca foi ganhando participação maciça dos atletas e torcedores. O futebol começava a dar largas passadas rumo ao sucesso e ao crescimento como esporte de massa. Ganhava adeptos dentro e fora do campo. Logo os vascaínos se encarregaram de transportar o Casaca da rua e das competições de esporte amador para os estádios.

* Eis a outra versão, Segundo o sr. Mario Lamosa:
Os remadores do Vasco eram jovens que gostavam de frequentar festas. Um belo dia numa festa com traje a rigor, os atletas depois de terem bebido muito, começaram a tirar seus paletós (casacas) e gritar "casaca". Logo os vascaínos, da turma da fuzarca emendaram casaca com turma da fuzarca, e o grito foi se formando. A partir daí tornou-se o grito das vitórias do Vasco nos campeonatos de remo, e depois em todas as modalidades.

* Curiosamente, o Sport Club do Recife tem um grito de guerra muito semelhante ao do Vasco, com as palavras casaca e fuzarca.

"AO VASCO NADA?
TUDO!!!
ENTÃO COMO É QUE É?
CASACA! CASACA!
CASACA, ZACA, ZACA!
A TURMA É BOA!
É MESMO DA FUZARCA!
VASCO! VASCO! VASCO!"

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Apito na Boca - Errado, mas nem tanto...


Todos que acompanham o nosso trabalho nesse blog, sabe que não somos de chorar mazelas, fazer queixas ou ficar choramingando.Mas, me permito um aparte aqui. Eu, Leandro Carvalho, contrariando até o Botafoguense passional Felipe Souza irei defender sim o André Luís. Para quem não sabe após desentendimento no meio campo de Carlos Alberto e um gringo do Estudiantes de La Plata, rolou uma confusão e o zagueiro tresloucado discutiu a vera com os argentinos e foi injustamente expulso ao meu ver. Se ele foi, pelo menos uma argentino também o teria de ter sido expulso e o Carlos Alberto e o outro gringo também. O arbítro não foi mal intencionado, ele é ruim mesmo. A atitude do zagueiro, apesar de esdrúxula, ao dar o cartão amarelo para o juiz é sintomática. Explico: O Botafogo vem sendo muito prejudicado por má arbitragens não é de hoje. Aliás, os times cariocas no geral, com menor intensidade para o Flamengo, vêm sistematicamente sendo prejudicados pelas arbitragens! E os paulistas beneficiados. Como o São Paulo escalou André Lima irregular contra o Vasco, já que vinha do exterior? Viram o penalti a favor do Palmeiras contra o Goiás? Ou o jogo Botafogo x São Paulo? Bom, sem maiores alongamentos pois têm muitos outros casos, que a diante relato. Profissionalmente o André Luís se excedeu. Isso é fato. Mas, o desgaste emocional de atletas, dirigentes e torcedores do botafogo também é fato. Vi naquele ato do zagueirão mais um ato de revolta contra a arbitragem num todo, do que propriamente em relação aquele lance em específico. E depois, o Botafogo precisava reverter um placar de dois gols da Argentina, chega aqui toma mais dois, um num frango logo no início. Tipicamente alvinegro. Aliás, há realmente coisas que só acontecem ao Botafogo!Nada que justifique o ato do André Luís, porém nesse ponto eu me projeto no ser humano e acho que o seu ato seguiu num sentido de um protesto pacífico sem apelar para a violência. Sei que é polêmico. Mas, porque esses sopradores de apito podem se dirigir aos atletas aos berros, xingando e desrespeitando o cidadão. As vezes, zombando e fazendo chacota, como no jogo do Vasco em que Edmundo chorou? O que os fazem achar que são superiores a alguém dentro de campo? Essa é uma prática antidesportiva, que nos remete aos períodos nefastos da ditadura e que não deixou de ser apregoada em campo. E depois os caras ainda querem aumento de mais 20 % nos honorários da CBF(alegando maiores responsabilidades com o período decisivo do campeonato chegando).E quando erram, o prejuízo é dos clubes! Deveria ter uma seguinte regra: errou paga, ou melhor não recebe cachê!Sim, errar é humano, mas aqui se fez, aqui se paga, não é isso?O mínimo é doer no bolso, pois assim, vão refletir e quem sabe pedir ajuda em pontos eletrônicos em lances polêmicos. Enfim, André Luiz, você errou, mas não acho que deva ser totalmente recriminado por isso!Eu sou Leandro Carvalho, tava meio afastado daqui, mas agora, na boa, na área!

terça-feira, 4 de novembro de 2008

BAÚ DA MALDITA e a Falta de Apoio da Federação Carioca de Futebol.

Caros Leitores.

Na noite 03/11/2008, durante o grande programa Maldita Futebol Clube da Rádio Fluminense 540 AM, falamos superficialmente das diferenças básicas de conduta e relacionamento do futebol paulista e o futebol carioca.
Verificamos que embora rivais em campo, os clubes paulistas têm, fora de campo, uma união muito maior entre eles do que entre os clubes cariocas. A federação paulista é corporativamente forte e defende aguerridamente os interesses dos clubes a ela filiados. Estas defesas vão desde pressão sobre as arbitragens, julgamento de atletas, postura positiva e diversos suportes extra campos.Como resultado disto, temos bem mais representantes paulistas disputando a primeira divisão do futebol brasileiro e bem melhor postados na tabela de classificação, além de tantos outros clubes disputanto a divisão de acesso. E quanto ao futebol carioca, só temos quatro representantes sendo que dois deles estão lutando bravamente para evitar uma melancólica descida para a temível segunda divisão.E na segunda divisão, que antes sempre tínhamos algumas heróicas, ditas equipes pequenas, como o Bangú, América, Olaria e Americano de Campos, e que se não me falha a memória, todas já estiveram , inclusive, até na divisão de elite.
Eu sou Hudson Olivares (Hudson Mengão), que doravante em outras oportunidades postarei outras notícias e/ou curiosidades dentro do mundo do futebol no Baú da Maldita

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Baú da Maldita e a origem do termo REGRA 3

Caros leitores.
Durante minhas participações no programa o maldita futebol clube, ao vivo, o nosso âncora Leandro Carvalho, me denominou de "Substituto" ou regra 3 do recém-casado Thiago. Desta forma, fui solicitado a fazer uma matéria sobre a criação das regras do futebol e esclarecer o significado do termo "REGRA 3 ".
Em meados dos anos 1800, o futebol já era amplamente praticado em diversas cidades do Reino Unido. Cada cidade tinha suas proprias regras. Com o intercâmbio, se fez necessário uma padronização para todas as cidades participantes.
Portanto em 1863, representantes destas cidades se reuniram e criaram o primeiro comitê para discutir e regulamentar regras a serem aplicadas na Inglaterra. Este comitê criou 14 regras.
Posteriormente, os demais países do Reino Unido ( Inglaterra, Escócia, Gales e Irlanda ), voltaram a reunir em 1891 e ratificaram as 14 regras ou leis do futebol.
Em 1904, foi criada a FIFA, que à partir de então passou a cuidar do futebol em caráter mais abrangente, por todo o mundo. Nesta época muitos países já idolatravam o futebol.
Finalmente,em 1938, após reunião dos velhinhos conservadores da bancada que versa sobre regras do futebol, foram criadas mais 03 regras, que adicionadas as 14 já existentes, totalizam as 17 regras que perduraram até hoje. Em 1997, data da última reunião da bancada que manteve e apenas modernizou estas mesmas regras para tornar o futebol mais dinâmico, que temos nos dias de hoje.
Para finalizar, simplesmente dentre as 17 regras que regem o futebol, a regra de número 3 é exatamente a que regulamenta as substituições dentre do tempo regulamentar de 90 minutos mais o tempo adicional.
Meu nome é Hudson Olivares (Hudson Mengão), que doravante em outras oportunidades postarei outras notícias e/ou curiosidades dentro do mundo do futebol no Baú da Maldita.


Abro esta postagem abrindo mão da minha postura imparcial, já dedico um f......... para aqueles que venham a descordar da minha opinião. Na figura apresentada acima busco representar três entidades do futebol nacional, a CBF o STJD e a Rede Globo (Imprensa de um modo geral). O campeonato brasileiro que até em tão ao meu ver parecia estar moralizado mostrou sua verdadeira face no jogo Botafogo e São Paulo. O resultado em questão me remeteu a lembrança dos erros de arbritagem que levaram o time paulista ao título antecipado no ano de 2007.

Não procuro por meio desta puxar sardinha para meu lado, como se diz no popular, mas venho defender Fluminese e Vasco que também vêm sofrendo com erros da arbitragem e por punições inesplicaveis da justiça desportiva.

Para finalizar deixo o meu recado para o goleiro Renan e sua família que apesar da falha eu considero sua postura como a de um grande esportista e para aquele torcedor que foi ao estádio torcer para o alvinegro. Apesar dos erros de cartolas jogadores e afins niguem cala esse nosso amor.

Eu sou Alberto e amo o BOTAFOGO!

Perfeito!! Você esta plugado no Maldita Futebol Clube...Tá na boa, tá na área!!

Esse é um blog feito para rapaziada que curte um rock and roll, é aficcionada por seu time e ama rádio. Se você era fã do Maldita Futebol Clube está no lugar certo. Se você ainda não é fã, a hora é essa: Impasse Livre! Diariamente você nos acha por aqui. È muito bom ter a sua presença conosco. Critique, e participe, pois sua opinião é muito importante. Esse é o espírito do ILFC: Democracia, humor, irreverência. Informação com paixão! Mande e-mails para: impasselivre@yahoo.com.br.
Entre na comunidade do orkut:malditafutebolclube Ouça nosso programa, pela INTERNET, toda quarta-feira, á partir das 2o horas em 1440 AM RJ.