domingo, 29 de novembro de 2009

Deixa o Manto jogar...


Caros amigos, muito me impressionou a felicidade dos nossos rivais ao saberem do veto do Imperador Adriano. Davam como certo a derrota do Flamengo sem o Adriano. Mas esqueceram da magia do Manto Sagrado que muitas vezes joga sozinho.

Já perdemos jogadores como Zico, Júnior, Leandro, Romário, dentre outros e ainda assim o Manto resistiu e conseguimos conquistar títulos com Maurinho, Reinaldo, etc. Hoje o Flamengo mostrou o porquê de sermos um dos clubes mais vitoriosos do Brasil e o motivo do respeito que todos têm por nós. Na ausência do Adriano tivemos um Zé Roberto inspirado e com uma raça que é característica de quem veste o nosso Manto. Na ausência do Adriano tivemos uma zaga firme, um meio campo que mesmo não sendo excepcional jogou com vontade e dividiu todas as bolas. Na ausência do Adriano, tivemos, como de costume, o apoio da torcida que não falha nunca.

Comparecemos em bom número em São Paulo e apoiamos do início ao fim. Estou até agora procurando uma tal de "Fiel" que "não para" de apoiar um minuto sequer. O que vi hoje foi uma torcida calada, enquanto a nossa fazia festa e parecia estar no Maraca.

Ver o gordinho amarelar mais uma vez, mostra que jogar Copa do Mundo, Espanhol, Italiano é muito fácil, difícil é encarar a massa Rubro-Negra. E isso ele mostrou por duas vezes que não tem condições emocionais suficientes.

Agora é manter a calma, continuar na humildade pregada pelo mestre Andrade. Não serei eu que pregarei algo diferente do Andrade. Continuo no sapatinho e, apesar de estar numa euforia interna, sigo no meu projeto pessoal de só comemorar no final. Domingo tem jogo histórico e já estou com meu ingresso na mão que será guardado em cofre, pois atualmente, este ingresso vale mais que ouro.

Não vou me alongar, encerrarei com uma crônica que li no Urublog do Nelson Rodrigues, o tricolor mais Rubro-Negro que já existiu, que expressa (logicamente) muito melhor que eu sobre essa magia do Manto:


"De fato, o que se sucede com a camisa do Flamengo desafia e refuta todas as nossas experiências passadas, presentes e futuras. Vejam vocês: – uma camisa que só falta dar adeusinho e virar cambalhota. Quando o time não dá mais nada, quando a defesa baqueia, e o ataque soçobra, vem a camisa e salva tudo. Diante dela, todos se agacham, todos se põem de cócoras, todos babam de terror cósmico. E vamos e venhamos: – como resistir a uma camisa que tem suor próprio, que transpira sozinha, que arqueja, e soluça, e chora? O Flamengo só perde quando não põe para funcionar o milagre da camisa."

Preciso dizer mais alguma coisa?

SRN

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Se os fatos estão contra o Fluminense, pior para os fatos....







O time perdeu de 5, uma torcida qualquer deveria estar p..., ir protestar, xingar, tentar agredir, saquear..... (vocês sabem de quem eu tô falando...) Mas o que nós vimos na chegada do Fluminense ao aeroporto? Vejam vocês nas fotos acima:

A força da tradição do Fluminense me impede de dizer que esse título tá perdido, muito embora eu seja (ou "seje", como diria um bom framenguista...) um cara realista e inteligente para entender o que se passou lá naquela altitude desumana... Mas o objetivo principal está bem próximo de ser alcançado, com uma vitória no Maraca lotado no Domingo.

E com uma torcida dessa, nada é impossível. "Se os fatos estão contra o Fluminense, pior para os fatos". Nelson Rodrigues.
P.S.: Quem pode duvidar do Fluminense?


quinta-feira, 26 de novembro de 2009

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Pontos corridos - A melhor escolha

Caros amigos, todos os anos se levantam discussões sobre pontos corridos ou mata-mata. Acredito que ano passado e esse ano foram suficientes para descartar essa discussão que com todo respeito a todos, acredito que esteja se tornando inútil. Eu até dou os meus pitacos por amor ao debate, mas percebo que a cada ano, a cada campeonato, os argumentos dos amantes do mata-mata vão enfraquecendo. Confesso que defendi por muito tempo o retorno do mata-mata. Hoje estou convicto que deve mesmo continuar com os pontos corridos.

O argumento de que o público não se interessa por esse modelo de campeonato já caiu por terra. Pois, neste ano foi alcançado a maior média de público das últimas 22 competições. Lembro que este modelo de campeonato começou a ser disputado a partir de 2003. Portanto, temos uma média de público maior que campeonatos disputados por mata-mata. Emoção também é algo que não tem faltado ultimamente. Ano passado, o campeonato foi decidido na última rodada e neste ano é bem provável que também seja. Estamos na penúltima rodada e temos 4 clubes com chances de conquistar o título.

Agora o novo argumento dos defensores do mata-mata é que o Inter teve a melhor campanha do 1° turno. O Flamengo a melhor do 2° e se o São Paulo vencer, não ganhará o melhor, mas sim o mais regular, o que não seria justo. Pelo amor de Deus, estão tentando de qualquer forma criar defeitos para um modelo que realmente tem dado certo. Desde quando na era do mata-mata só vencia o time que foi melhor o campeonato inteiro?

Apenas dois exemplos: 1992 o Flamengo se classificou para a fase decisiva em último, com combinações de resultados, e foi o campeão. Em 2002, o Santos também se classificou em último e foi o campeão. Em ambos os campeonatos os campeões não foram os melhores times durante toda a competição, mas cresceram no momento que precisaram crescer. O mesmo ocorre nos pontos corridos. Vence quem cresce na hora certa e consegue se manter mais tempo sem perder e conquistando pontos durante toda a competição.

Não sei se os próximos campeonatos serão tão emocionantes, mas hoje posso afirmar com toda a certeza: a eficiência dos pontos corridos está comprovada e hoje não há qualquer motivo plausível que justifique o retorno do mata-mata, apenas a nostalgia de alguns.
PS.: Galera, não poderia deixar de falar do Mengão. Que show da torcida no domingo. Infelizmente o time não correspondeu da maneira que pretendíamos. Mas mostraram muita raça. Não perdemos nem ganhamos nada ainda. Mas a batalha ainda não acabou e posso dizer que estou muito confiante no título. 1 ponto apenas nos separa do lider e acredito muito que podemos reverter essa diferença na próxima rodada. A confiança continua inabalável e nossos guerreiros vão à campo conquistar mais uma vitória. Além dos nossos guerreiros das arquibancadas que com certeza estarão lá apoiando o time que está honrando as nossas tradições. Vivi, boa sorte lá e a todos que forem. A fé inabalável é algo inerente ao torcedor Rubro-Negro e incompreendida pelos adversários descrentes. O Hexa está muito próximo, eu acredito!

SRN

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Eles são a "MAIO" piada!

A verdade é que realmente, como dizem, "uma imagem vale mais do que mil palavras". Vejam só:



Ihhhhh, mosaico assim eu nunca vi... e pra escola vai voltar... a molambada toda chora... porque não sabe soletrar!! ÔÔÔÔÔ Vasco, olê,olê,olê...

domingo, 22 de novembro de 2009

È campeão!


Fala Galera...
E com muito prazer que volto a esse espaço, principalmente depois de um fim de semana de volta olimpica, faixa no peito,no sabado, e de maracanasso no domingo.
Sem mais nada a fazer no campeonato é hora de pensar em 2010, (ano de copa, e ano de copa - geralmente - o Vasco é campeão) e pra nós vascainos é um ano importante, pois é o ano da volta a primeira e por isso mesmo é preciso fazer um time forte e competitivo.
E um time forte e competitivo, necessariamente, não precisa ser recheado de medalhões e famosos, por isso penso que é hora de pensar bem e contratrar melhor ainda, temos varios jogadores que se destacaram nos times das series A e B, varios bons jogadores de times como Barueri,Avaí,Guarani, Atletico-GO, é hora de saber contratar.
Quem no começo do ano conhecia jogadores como:Ramon, Fernando Prass,Titi,Elton, e Pimpão, por exemplo? Por isso é que digo que um bom treinador é fundamental, pois é ele que vai formar o elenco pro ano todo.
Ano que vem é o ano do "HEXA" e não podemos deixar os paulistas ganharem de novo, já que nos ultimos vinte anos somos os únicos que fazemos frente a paulistada.
Pra terminar gostaria de lembrar que o unico carioca com taça de campeão brasileiro este ano, e nos ultimos anos é o Vasco.


Obs1: Cadê a torcida que faz a diferença?



Obs2:Quantos cariocas irão cair este ano?


Obs3:Parabéns ao America, de volta a elite do rio, agora teremos de novo as quatro grandes torcidas do rio na primeira divisão carioca: Vasco, Molambos, Fluminense e America.

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Teoria da Conspiração


Caros amigos, diante de acusações tão graves, me reservo o direito de resposta neste espaço que é marcado pela democracia. O que me deixa mais chateado no esporte é justamente o comportamento dos MAUS PERDEDORES, aqueles que não aceitam a derrota e muito menos a vitória do maior rival. Aí começam a criar FALSAS justificativas na frustrada intenção de diminuir a conquista do adversário. O Flamengo ainda não conquistou nada, mas a simples possibilidade de título já foi suficiente para os invejosos de plantão criarem a famosa "TEORIA DA CONSPIRAÇÃO".

Acho que as pessoas esqueceram de ver o campeonato inteiro e a quantidade de jogadores do Flamengo que já foram punidos pelo STJD. Willians e Airton aprenderam a lição e hoje jogam um futebol limpo e eficiente. O São Paulo é o único clube que não pode ser punido nunca. Mas eles já conseguiram o efeito suspensivo e a pena dos jogadores foi diminuída. Seria conspiração para o São Paulo? Pelo amor de Deus, o campeonato é um dos melhores, se não é o melhor da era pontos corridos. Aí os torcedores de times que nem mesmo disputaram a série A pretendem através de acusações sem qualquer fundamento colocar em dúvida um possível título que se realmente vier, será fruto da competência e de um excelente trabalho.

Quanto às declarações do presidente do Palmeiras, não há nenhuma prova quanto a isso. E não podemos dar crédito a um presidente totalmente descontrolado que ofendeu a honra de um árbitro, ameaçou o mesmo e ainda fomentou uma agressão ao árbitro por parte dos torcedores. Os planos do Palmeiras foram por água abaixo e agora o seu presidente pretende ignorar a incompetência da diretoria, jogadores e comissão técnica com falsas acusações, da mesma forma que uma certa torcida cruzmaltina tenta ofuscar uma bela campanha com acusações sem qualquer fundamento.

Mas isso já era de se esperar, já que até hoje choram o gol do Pet, assim como os 20 anos de vices. Mais uma demonstração do típico comportamento dos maus perdedores e de inveja profunda, já que nem mesmo no momento de comemorar um título conseguem esquecer o Flamengo e um título nosso seria motivos de suicídios em massa dos invejosos e maus perdedores.

Só quero que fique claro que o Flamengo faz uma campanha irretocável no 2º turno, com belas vitórias e sem qualquer favorecimento, seja na arbitragem ou no STJD. É um time que joga bem e merece estar no lugar que está. Criar teorias da conspiração é mais fácil que assumir a incompetência dos clubes, já que permitem que o Flamengo mande no Estado com os pés nas costas, e sem os famosos "favorecimentos". 7 títulos em 10 anos, será que todos foram roubados?

Por fim, reporto-me aos comentários do Michel Farias, da Mel e de outros. Peço que vejam o campeonato inteiro e apontem com clareza onde o Flamengo foi tão beneficiado. Engraçado que até um mês atrás ninguém falava em Flamengo, pois ninguém acreditava em nosso título. O que de tão errado aconteceu de lá pra cá para justificar todo esse barulho? Sabe o que foi? o medo, a incompetência, a inveja e principalmente, a síndrome do mau perdedor.

SRN

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

ÔÔÔ, a máfia,voltou!

Fala galera...
Sei que hoje não é meu dia de ilustrar este blog com minhas sábias palavras e por isso peço licença a todos.Mas, não posso me calar diante da armação feita pela FLA-MAFIA.
O campeonato que tinha tudo pra ser o mais disputado dos últimos anos, acaba por se caracterizar como o mais armado dos últimos anos(só perde pro de 2005, Máfia do apito).
O Flamengo vem conseguindo fazer o que parecia impossível, que é garfar a paulistada e principalmente o São Paulo. Históricamente, nos últimos anos, Flamengo e São Paulo sempre foram os times mais beneficiados com erros de arbitragem, julgamentos e mudanças de tabela.
Mas, esse ano a coisa tá feia e escancarada demais! Afinal de contas, o Fla só tem se beneficiado e os outros sempre "sifú", vejamos os exemplos mais recentes:
O São Paulo tem três jogadores julgados por três acusações diferentes e os três pegam um gancho de três jogos, sendo que um deles(Jean) nunca tinha sido expulso na vida e neste mesmo tribunal semanas atrás, no julgamento do Wagner Love, um auditor justificou seu voto da seguinte maneira: Você usa essa trancinha verde e branca, se fosse rubro-negra eu ti absolveria,como não são vou te dar dois jogos de punição!


Outro fato que chama a atenção foi a mudança de local do jogo contra o Corithians, que somente contra o Fla não irá jogar no Pacaembu. E, ontem, foi ridículo ver um jogador rubro-negro (Obina) fazendo coisa de rubro-negro e acabando de vez com as chances do Palmeiras no campeonato.O Brasil hoje está vendo o que nós, cariocas, já estamos acostumados a ver, ou seja todo esquema a favor do "Império do Mal".Tá demais, afinal de contas, todos os três títulos cariocas do Fla nos últimos anos foram manchados por erros grosseiros de arbitragem, manipulação de tabelas e julgamentos sombrios.Mas, como no fim, o bem sempre vence o mal, espero que mais uma vez as "forças do bem" triunfem e que tenhamos um campeão digno. E não um filme de terror molambo e mequetrefe!

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

MAIS UMA VEZ, ÉPICO !!!!!


Salve galera.... Tô passando aqui para relembrar o post da outra semana: no final é com o Fluminense, que é time grande, disputa títulos e humilha os adversários! E ganhamos mais uma aos 47 do segundo tempo, não é pra qualquer um. Mais uma vez a torcida deu show, e o time mesmo cansado, ganhou na raça, na camisa, na tradição.

O espírito da Libertadores de 2008 está de volta.

P.S.: Abutres, hienas e ratazanas: continuem secando, isso só nos fortalece.

P.S.2: 12 jogos sem perder, 7 vitórias seguidas...quem segura?

Um comandante, um time, uma democracia...


Ontem foi mais um dia comemorativo para o Flamengo. Foi o Dia do Flamengo. E o torcedor Rubro-Negro com certeza tem muitos motivos para comemorar. Ainda não ganhamos o título da série A, mas já ganhamos algo que é muito mais importante: o retorno do espírito rubro-negro.

Fazia tempo que não tínhamos um time tão dedicado, tão comprometido com as tradições do Flamengo. Um time que joga pra frente e que ao mesmo tempo marca bem. Um time compacto, aplicado e eficiente. Uma zaga segura, um goleiro em ótima fase, um meio-campo guerreiro e criativo e um ataque que impõe respeito.
Mas uma pessoa se destaca demais, e não é por aparecer dando entrevistas polêmicas, nem por ser mau humorado. Muito pelo contrário, o cara é super educado e discreto. Mas aparece pelo seu trabalho bem feito, por ter unido o grupo, por ter acabado com as panelinhas. Por transformar um time desacreditado em um time vencedor e que briga pelo título.

Muitos tentam tirar os méritos dele, dizendo que ele não manda em nada. Mas essas pessoas são pessoas acostumados a um regime de ditadura, onde só vale o que o comandante diz e ponto. Não estão habituados a uma democracia, onde todos têm o direito de expor seus pensamentos, e o comandante ouve a todos, experimenta e aplica aquele que melhor atender aos interesses do clube e do elenco.

Alguns chamam isso de falta de comando ou insegurança. Eu prefiro dizer que é a verdadeira democracia, respeito aos comandados, humildade em reconhecer que não é o dono da verdade e interesse em aplicar o melhor para o clube independentemente de quem tenha razão. A eficiência deste estilo de trabalho é de fácil percepção, é só os críticos de plantão olharem os resultados do Mengão pós Andrade.



Impressionante como o clube do São Paulo está empenhado em mais uma vez manipular o STJD e a arbitragem dos jogos. Preocupados com o avanço do Mengão, agora virou rotina dirigentes e jogadores falarem em favorecimentos ao Mengão. Agora foi a vez do Arouca falar que está preocupado com os bastidores. Isso reflete o medo deles em perderem o título. Esqueceram de olhar o passado recente e os benefícios que o SP recebeu da arbitragem e dos bastidores. Esqueceram também de olhar o campeonato brasileiro e verem que o Flamengo está jogando muito e que as acusações não têm qualquer fundamento. Se liga SP, vamos jogar futebol e parar com esse papo de bastidores. Não criem desculpas antecipadas para o sucesso do Flamengo.

SRN

terça-feira, 17 de novembro de 2009

2009 vai ser épico....

É meu povo, a coisa tá esquentando, a magia que cerca reação tricolor está contagiando todo o país. Comentaristas se desdobram pra explicar, adversários não querem enfrentar, abutres não sabem mais como secar...enfim, tá difícl de negar o óbvio: o Fluminense é a maior força deste final de temporada.
Se exitissem mais umas 8 rodadas, buscaríamos o título, título este que virá na Sul-Americana, pois time grande disputa títulos, e o tricolor tem feito isso regularmente nas útimas temporadas.
Ñão posso deixar de fazer uma menção honrosíssima à torcida do Flu, que fez uma linda festa em homenagem ao eterno ídolo Washington, arrecadando uma bela quantia que eu esperao que seja apenas o início daquilo que nosso ídolo merece. Pois quem não valoriza seu passado, não tem futuro.

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Parabéns Mengão!!!!


Caros amigos, o dia 15 de novembro é com toda certeza uma data marcante em nosso país. Foi nessa data em 1889 no Rio de Janeiro que foi proclamada a República do Brasil. Um fato importante em nossa história, mas não tão importante como o dia 15 de novembro de 1895, quando foi fundado oficialmente o Grupo de Regatas Flamengo, que posteriormente tornou-se o Clube de Regatas do Flamengo.

Ontem completamos 114 anos de uma história repleta de glórias e conquistas. Completamos 114 anos de um clube que conseguiu unir em sua torcida todas as classes sociais, sem discriminações, acepções, mostrando que não há diferenças entre as pessoas e que todos são iguais.

Com certeza a torcida do Flamengo é a torcida que melhor representa o país. Pela sua ousadia, irreverência, criatividade, pela miscigenação, pela confiança e por carregar no peito e na mente o pensamento e sentimento de "não desisto nunca".

114 anos de uma nova República: a República Federativa do Flamengo. Federação significa a união indissolúvel dos Estados. E o Flamengo é uma federação, pois une os Estados de uma ponta a outra do Brasil através do amor incondicional ao Mais Querido. Uma República de igualdade, fraternidade, união e principalmente felicidades e conquistas.

114 anos comemorados longe da cidade fundadora. Isso para mostrar que realmente a República Rubro-Negra une os Estados de maneira indissolúvel. A única diferença é que essa República apresenta traços peculiares, como por exemplo ser comandada por um Imperador. A federação também em alguns momentos apresenta traços de Confederação, pois se une a países que guardam a sua soberania, como por exemplo, a Sérvia, o Chile, Argentina, etc.

É difícil descrever o sentimento de torcer para o Flamengo e principlamente dizer algo para parabenizar este clube maravilhoso e essa torcida que simplesmente ignora os gritos preconceituosos vindos do outro lado, com mais união, e demonstrando que não importa o que digam, não importa a classe social, raça, religião, somos brasileiros, flamenguistas, somos todos iguais. Essa é a grande lição que o Flamengo transmite todos os dias: igualdade entre as pessoas.

Para finalizar, quero registrar minha paixão infinita pelo Mengão, parabenizar pelo seu dia, agradecer por sua existência e dizer que "eu teria um desgosto profundo se faltasse o Flamengo no Mundo"!!!!!

Galera, não consegui colocar o vídeo neste post, mas quem quiser se emocionar com o Mengão, clique aqui.

PS.: Pelo andar da carruagem ganharei mais 2 pizzas do Leandro... Mengão firme e forte na briga pelo título.

SRN

sábado, 14 de novembro de 2009

Eu sou penta! Eles não!

Fala galera...
Não poderia deixar passar em branco, a conquista do quinto titulo de campeão brasileiro(eu sou penta, eles não!), por aquele que sempre foi o maior vencedor do Rio e sempre figurou entre as principais forças do Brasil.
O Clube de Regatas Vasco da Gama, mais uma vez, deu a volta olímpica no Maraca. E numa decisão dramática, com direito a virada e penalti perdido, o Vasco fez valer o apelido de "time da virada" e com muita raça conquistou o resultado e o titulo.
Na minha opinião, esse título tem cara de Vasco! Não por ser de série B, muito longe disso, mas porque foi conquistado com raça, luta e dedicação. E o principal: este título uniu um clube rachado, resgatou a auto-estima do torcedor e principalmente a credibilidade de uma marca centenária como a do Vasco.
Quando dizemos que o campeão voltou é porque é assim que nos sentimos!!! Somos muito mal acostumados, pois estamos sempre acostumados a disputar títulos no Rio, no Brasil, e no exterior. Estávamos muito ansiosos para voltarmos a ser campeão e por isso que gritamos: ÔÔÔ O campeão voltou!!! O campeão voltou!!! O campeão voltoooooooou!!!!
Obs1:Tchau série B, até nunca mais, sejam bem-vindos "tricoletes".

Obs2:Todo mundo tenta, mas no Rio o Vasco é PENTA.

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Esse eu respeito!

Não sou político e nem corneteiro de plantão. Não sou"viúva de Eurico" e muito menos nego que já fui a favor do Calçada e do Eurico, quando eles serviam ao clube e não o inverso, se serviam dele. Contudo, hoje, na eminência de um acontecimento importante para o Vasco, fiz questão de retratar e mostrar o meu carinho e admiração, o meu respeito, pela figura carismática do meu presidente, o Sr. Carlos Roberto de Oliveira, o Roberto Dinamite. Não, não estou aqui para exaltar o deputado estadual e nem o administrador Roberto. E sim para lembrar da importância histórica do Dinamite para o Clube de Regatas Vasco da Gama. Seja como o atleta que mais vezes vestiu essa camisa e mais gols fez, com 1110 jogos e 708 gols pelo Vasco. Ou como o jogador que mais vezes marcou em campeonatos brasileiros até hoje, com 190 gols feitos. E também, como o atleta que mais vezes fez gols em São Januário: 184 gols e não por acaso, o maior artilheiro de todos os tempos, também, do campeonato carioca com 279 gols. Aliás, como jogador não vejo como questionar sua capacidade: era talentoso, goleador nato e carismático. Um craque! Bom caráter e bom profissional. Atleta dentro e fora de campo. Um ícone, um ídolo que, acredito, nunca será superado como atleta na história do clube.

Mas, escrevo esse texto, hoje, porque a figura do atleta se foi e é baseado no carisma pessoal que o cidadão Carlos Roberto de Oliveira conseguiu um de seus maiores feitos: resgatar a auto-estima do torcedor vascaíno! Ao entrar para a vida política do clube, o cara arriscou a sua própria biografia e retirou um tumor malígno de dentro de São Januário. Foi cobrado e escurraçado em pouco tempo. Imaginem se em menos de um ano ele poderia mudar o que levaram anos para destruir?

A base de paciência e competência, trouxe de volta a boa imagem do clube, em primeiro lugar. Resgatou a sua credibilidade perante ao mercadoe ante a sua torcida, trazendo-a de volta ao seu amâgo: 40 mil novos sócios! Um recorde. Fez o clube crescer em mídia, marketing e visibilidade. Resgatou o seu gigantismo, fez o clube voltar a ser respeitado criando uma estrutura forte no departamento de futebol e trazendo bons profissionais, bem remunerados e com salários em dia. Os patrocinadores voltaram a bater as nossas portas. Lógico, um trabalho de equipe, não só seu. Mas, a sua imagem foi o fundamento, a base de tudo.

Não sou daqueles torcedores que execram o passado, não valorizam as conquistas antigas. Mas, primo pela coerência: nenhuma conquista anterior faz valer o sofrimento causado pelos mesmos dirigentes que levaram o Vasco a segundona,a degradação, a chacota, ao abismo. Não me venham, com essa de "Dinamite era o presidente quando o clube caiu". A porta estava arrombada, a casa já tinha caído! E ainda existem sites de "casaca" que fazem a apologia sinistra e criticam a tudo e a todos. Por isso, eles que se danem pra lá e os inimigos que tremam, pois o GIGANTE voltou e o regresso é de campeão, de volta por cima, de acordo com a grandeza de nosso clube. Não desmereço o título da série B. O objetivo era o acesso e isso conquistamos com antecedência, em seguida o título, que virá com antecedência também. Mas, o principal o resgate da honra, da credibilidade, da grandeza, isso já foi feito. O clube está reestruturado, respirando novos ares. Uma pena que precisou ser remodelado na beira do caos. Mas, a caravela segue firme na trilha pelos novos títulos. E, acredito - muito - em um 2010 repleto de sucesso. Creio em um ano de conquistas e com a tríplice coroa. E confio no timoneiro desse barco, Roberto Dinamite. Porque esse eu respeito! Beijos do âncora!


P.s: Charles Madeira, meu amigo e irmão, me desculpe, mas o coração do âncora não é de pedra, e hoje deu vazão ao torcedor que aflora dentro dele.

P.s 2: Flamenguistas e urubús de plantão: não adiantou o mau agouro de vocês! Se subisse só um, o Vasco ainda assim subiria e a série B desse ano foi muito mais competitiva e qualificada que a de anos anteriores. Temam, pois o GIGANTE é forte e está de volta!

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Búú! "sustô"?


Caros amigos, o Flamengo continua amedrontando e assustando seus adversários com a mesma facilidade que se assusta uma criança indefesa. Tal afirmação é de fácil percepção, é só olharmos os acontecimentos recentes e ver que o medo daqueles que estão na parte de cima da tabela se tornou algo explícito. É o fator Mengão, que voltou a jogar bem, com garra e com espírito Rubro-Negro. Aí meus amigos, é bom ficar assustado mesmo.

Vou começar pelo desrespeito da diretoria do Atlético MG, que não obedeceu as determinações da legislação desportiva e cedeu pouco mais de 3 mil ingressos para a torcida do Flamengo, quando na verdade deveria ceder mais de 6 mil ingressos, ou seja, 10% da capacidade do estádio. Ficaram com medo do poder da torcida Rubro-Negra e da diferença que ela pode fazer no jogo mesmo estando em minoria. Mas a retaliação não adiantou de nada, pois o Flamengo deu um show no gramado, humilhando o time do Galo. Nas arquibancadas deu outro show, onde 3 mil torcedores cantaram mais alto que os mais de 60 mil atleticanos, calando o Mineirão com direito a gritos de olé. Se nosso maior freguês interestadual já estava assustado com a nossa força, vai terminar o ano traumatizado com o nosso poder de torcer.

Outra demonstração de medo e pavor foi a declaração do dirigente do São Paulo, alegando que a arbitragem está beneficiando o Flamengo. Engraçado que até 2 semanas atrás, quando só a torcida do Flamengo acreditava em título, ninguém falava em Flamengo. O que de tão errado ocorreu no jogo contra Santos e Atlético para motivar tais declarações? Logo o São Paulo querer reclamar da arbitragem? Fomos prejudicados contra o Barueri, Santos, Botafogo e ainda estamos aí firmes e fortes. O último erro do Simon beneficiou demais o SP, sem falar na estranha punição dos jogadores do Barueri logo no jogo contra o SP. Só que o Flamengo se mantém valente, mesmo com os erros e contra as já manjadas armações. Isso assusta, pois estão tentando, mas não estão conseguindo tirar o Flamengo da briga.

Tudo isso não passa de mais uma tentativa do clube paulista de pressionar a arbitragem a errar contra o Flamengo, pois somos o clube que mais ameaça o título deles. Na verdade seria até bom o SP perder o título no apito, para eles terem a noção de como é estar do outro lado. Mas ganharemos na boa, na bola e mostraremos que não adianta esperniar, pois o Flamengo é forte!

Búú! "sustô"? Então preparem-se para sustos ainda maiores. Vamos Mengão contra tudo e todos!



Galera, estou me especializando em ganhar apostas dos toscos do MFC. Já ganhei churrasco do Felipe Souza e o mesmo já teve que cantar o hino do Flamengo. Agora foi a vez do âncora Leandro Carvalho duvidar da competência Rubro-Negra. Na ausência de seu clube de coração na 1ª divisão, o pobre vascaíno escolheu o Galo Mineiro para ser seu time na primeirona. Sabe como é, freguês se identifica com outro freguês. Azar o dele, que perdeu a aposta e teve que pagar uma pizza pra mim. Eu que sou um cara gente boa dividi a pizza com meus amigos e o resultado foi esse, Leandro Carvalho entregando pizza para o Rubro-Negro. Agora começarei a apostar dinheiro. Encontrei um investimento mais lucrativo que jogar na Mega-Sena: apostar com nossos fregueses...

SRN

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Show nas arquibancadas, show em campo...




O show tá começando..... era com o refrão do som do Rappa que a torcida do Flu bradava a plenos pulmões as sensacionais partidas da Llibertadores 08 - inclusive a última - e foi com esse refrão que eu saí do maraca no último domingo.


É de emocionar a entrega dos meninos de Xerém e dos outros que lá estão. Meu medo é que tenha sido muito tarde a reação, mas ainda temos um título em disputa pela Sul-Americana e vamos pra cima deles. Os dados ainda estão rolando no brasileiro, e para os abutres (ou urubús, como queiram) de plantão, não se esqueçam que é o Fluminense, aquele time que insiste em ganhar no finalzinho......heheheheheheheh


Portanto, barbas de molho meu povo, barbas de molho.......
P.S.1: Somente uma trocida inteligente, organizada e superior teria a capacidade de orquestrar um mosaico tão perfeito quanto o nosso. As outras tentam mas.......
P.S.2: Fred, Conca e Maicon são os melhores jogadores do segundo turno desse campeonato meia-boca.
P.S.3: Diretoria vocês colocaram 67 mil ingressos à venda, foi pouco.

domingo, 8 de novembro de 2009

O vascão voltou

Fala Galera...
È com um imenso prazer e com a sensação do dever cumprido que volto a este blog.Nada como um dia após o outro, ontem fomos rebaixados e menosprezados, hoje, voltamos e estamos muito melhores e estruturados. Soubemos dar a volta por cima e estamos buscando o nosso quinto titulo brasileiro.
O melhor de tudo é que mostramos ao mundo que quando o Vasco esta unido ele é forte e imbatível. E, também, que quando a torcida abraça uma equipe, e essa equipe corresponde a torcida dentro de campo, fica fácil alcançar os objetivos.
O Vascão voltou, e voltou mais Vasco que nunca!!! Tremei paulistada porque seu maior pesadelo está de volta e vai assombrar vocês, já que somos os únicos que fazemos frente em títulos nos ultimos anos. O meu Vascão voltou para onde nunca deveria ter saído.
Parabéns a todos nós, vascainos, parabéns a todos nós, que gostamos de futebol, porque quem gosta de futebol, gosta do Vasco e parabéns a toda equipe que brilhantemente nos trouxe de volta.
Pra finalizar, gostaria de dizer uma coisa:Tchau série B e até nunca mais...

sábado, 7 de novembro de 2009

Em Algum Lugar do Passado

Aloha, galerinha querida!!! Tava com saudades de vocês e já não era sem tempo, a volta do quadro "Em algum lugar do passado". Tenho andado bastante atribulado nesse fim de ano, mas devido a pedidos insistentes da galera, venho falar sobre uma série que fez algum sucesso em um passado recente e que deixou lições e marcas. Trata-se do seriado "The 4400".

Essa é uma série ao qual eu, particularmente, sou muito fã e que tenho todos os episódios em boxes de DVDS das quatro temporadas produzidas. Basicamente onze dvds. O enredo discorre sobre pessoas desaparecidas no último século que inexplicavelmente voltam, como estavam, todos juntos em uma "bolha". o detalhe: mesmo com todas as forças unidas dos principais países, a detetcção no radar da suposta bolha ou cometa e a defesa anti-aérea foi nula, ou seja, tecnolgia superior a nossa. Assim, dito isso, as pessoas aparecem no deserto americano, trajando a mesma roupa que vestiam e portando as mesmas lembranças e conhecimento do passado. Mas, voltam modificadas, cada uma com um dom diferente. Logo, o governo americano quer saber onde estiveram e por que voltaram. Evidencia-se, então, que a presença dessas pessoas mudará o destino dos seres humanos.

A manifestação desses estranhos poderes começa a mudar as coisas, a alterar o presente e delinear o futuro. estranhamente cada um dos desaparecidos retorna de onde veio com um dom, seja de curar as pessoas, prever acidentes ou ter sensibilidades diversas até o poder de morte. Quando fica claro que esses poderes podem alterar osentido das coisas, a luta pelo controle do mundo começa. de um lado os 4400 e de outro lado, poderers políticos e seres humanos descrentes e receosos. Quem decidiria o destino da humanidade?


A questão fundamental mostra o quanto podem ser importantes esses 4400 ou o quanto podem ser nocivos ao desenvolvimento da raça humana? Pois, mesmo não tendo a lembrança de suas experiências em outro mundo, supostamente o futuro, eles adquiriram poderes espéciais para mudar o curso do mundo em que viviam, sejam eles bons ou ruins( os poderes). O interessante é que a direção mostra uma preocupação com o futuro da terra e coloca no ar a questão de abdução, emostra os 440 como "os escolhidos" para receberem os dons. Mas, quem os escolheu? De acordo com a série, seres do futuro preocupados com a evidente destruição da raça humana. Com os mandos edesmandos do homem que estaria destruindo o palneta em que vive. Esses "4400" voltariam com a missão de recolocar o homem na trilha do bem e da evolução, mesmo que isso custasse o início de uma nova era. essa linha mestra de pensamento mostra o desenvolvimento de um plano, que com o desenrolar das temporadas, se mostra cada vez mais. E que tem como objetivo final a salvação da humanidade. E assim se desenrolam os conflitos e as nuances do seriado. Como todo bom seriado, esse tem uma dupla de "heróis os agentes Diana Skouris e Tom Baldwuin, que tem a missão de investigar os "4400" e descobrir o mistério por trás de cada um deles. Como clichê, tem o que seria o vilão, o líder dos "4400", uma e´pécie de guru espiritual dos caras, o Collier. Mas,afinal seria mesmo ele um vilão?



O interessante é que a série propõe discussões eternas sobre o destino que o homem dá ao planeta em que vive, para os seus sucessores. estaria o homem fazendo sua parte preservando o planeta para as gerações futura ou estaria destruindo o ambiente onde vive? no seriado há uma boa química entre Jacqueline mackenzie, a diana, e Joel Gretsch, o Tom. E atuações seguras de peter Coyotte, o chefão da agência Dennys Rylland e de Conchita Campbell, a menininha sensitiva Maya Skouris. Mas, o interessante é que a série apresenta a cada episódio, um novo personagem, que geralmente protagoniza o episódio e é um dos "4400" abduzidos. no geral , apenas alguns personages são fixos: Os detetives, diana e tom, o chefão da agência, a Maya, O collins e alguns importantes "4400", Tyller, Lilly, Kyle e Shawn, estes últimos sobrinho e filho do detetive Tom. Além, é claro, da maya, que é adotada pela detetive Diana, que não faz par romântico com o Tom. Enfim, uma bela série, interrompida abruptamente pela greve de roteiristas de 2007, mas que mesmo assim apresentou final inteligível em seu último episódio. Que para mim indicava o fim de temporada, mas que infelizmente acabou sendo o fim da série. esse seriado foi muito discutido pela semelhança em alguns aspectos com Heroes, que foi criado depois, mas tudo devido aos poderes extra-sensorias e paranormais dos "4400".


A trilha sonora remete a várias décadas devido as características de cada um dos personagensa e mistura influências de jazz, soul, rythym and blues e traz o insuperável rock and roll misturados também a ritmos pops e batidas de reggae, ou seja ecleticidade pura, que você curte em nosso playlist, com o tema de abertura; " A place in time" - de Robert Philips interpretada por Amanda Abizaid. Quem quiser saber mais sobre o seriado, basta nos contatar pelo e-mail - contato@malditafutebolclube.com.br

Beijos do âncora!!!
P.s: Aos amigos blogueiros mil perdões pela falta de tempo em visitar seus blogs. Essa semana tudo se normalizará, espero!
P.s 2: Me preparando para a festa do acesso e do título. "O urubu pode esperar que a sua hora vai chegar!"
P.s3: Existem clubes grandes, mas o Vasco, meus amigos, me perdoem... È GIGANTE!

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Palmeiras, tremei...........

É amiguinhos.....parece que o espírito de 2008 tá de volta, agora eu vejo um time aguerrido, livre das bactérias (Ruy, Roni, Welington Monteiro...) e unido em prol da salvação da degola. Depois de três vitórias históricas, o Fluminense renasce das cinzas, bem ao nosso estilo. E ao que parece, a América finalmente será nossa.
E domingo é dia de lotar o Maraca para assar o porco. Até lá.

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

O milagre da multiplicação

Galera, sábado foi demais. Não digo nem tanto pelo jogo, que foi mais ou menos. Mas a torcida do Mengão mais uma vez deu um show na arquibancada, mostrando que o Maraca só é Maraca de verdade quando ele é habitado por Rubro-Negros. O Engenhão (estádio da prefeitura) é um estádio moderno e bonito, mas não tem a mesma magia do Maracanã. Não dá pra explicar, não existem palavras para descrever a sensação de estar no Maraca. Da mesma forma que não dá pra descrever o porquê do Maraca não ter a mesma graça com outra torcida que não seja a do Flamengo. Eles até tentam, fazem campanha para lotar estádio, mas a festa só se completa com a torcida Rubro-Negra. É uma química perfeita entre estádio e torcida. Lá é realmente a nossa casa por merecimento.



Os adversários tentam todos os dias arrumar uma forma de provocar o Flamenguista. Mas se perguntam angustiados: "Como pode um clube ter tanta torcida? Como podem se manter tanto tempo no topo como maior torcida, inabalável? Como pode o Flamengo de Zico conseguir mais adeptos que o Santos de Pelé, ou o Botafogo de Garrincha ou qualquer outro clube na face da terra? Respondo: o segredo está justamente na paixão do torcedor, que transmite esse amor de pai pra filho e contagia todos aqueles que estejam de coração aberto para conhecer a mais intensa sensação de paixão por um clube. Palavras não são suficientes para expressar o fenômeno Flamengo. Mas o vídeo abaixo demonstra um dos motivos pelo qual não paramos de crescer, não paramos de nos multiplicar e não cansamos jamais de expressar o nosso amor, ensinando aos menores torcedores o caminho da felicidade:



Luizinho, irmão da minha afilhada e novo Rubro-Negro. Meu futuro companheiro de Maraca. Minha afilhada com 4 anos já vibra com o Mengão e vive me pedindo para levá-la ao Maraca. Por isso, caros adversários, preparem-se para mais uma geração de supremacia Rubro-Negra.

Por fim, domingo é tudo ou nada. Estão especulando uma derrota do Fla para o Galo. Especularam a mesma coisa contra o Palmeiras e sacudimos. Especularam contra o São Paulo e deu Mengão. Lembre-se que o Galo é um dos nossos maiores fregueses e sempre tremem num jogo decisivo contra o Mais Querido. Estou muito confiante numa vitória e estarei junto com a nova geração de Rubro-Negros vibrando com o Mengão.

SRN

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

As três cores que traduzem tradição...




Olá amigos, pedindo licença à Charles eu invado o blog, nesta segunda, para rir da cara de muita gente (comentaristas anônimos e famosos...) e lembrar que quando se fala de Fluminense Football Club, o respeito deve vir em primeiro lugar. Já estamos salvos? Longe disso! Recuperamos nossa honra? Definitivamente.
Morro de dar risada agora vendo programas de TV (ESPN, BAND, SORTV) todos com um discurso: Deve-se respeitar o Flu; o time está encorpando....Idiotas.

Nas fotos, só uma lembrança do que somos capazes nos últimos minutos ....hehehehehehe
Foto 1: Libertadores 08 - Gol aos 44 - eu estava lá -
Foto 2: Humilhando o centenário dos desdentados - gol aos 43 - 1995 - eu estava lá.
Foto 3: Humilhando os desdentados de novo - não cansamos nunca....hehehehehe - 1983 - gol aos 44.

domingo, 1 de novembro de 2009

O melhor do Rio

Fala galera...
Tá chegando a hora e confesso que a ansiedade e a expectativa são enormes. Mas, sábado é o dia!!!! Não dependemos de ninguém e nada melhor que fazer uma linda festa no Maraca.
Mas, hoje gostaria de falar sobre uma palavra,que com o final do campeonato se aproximando e com o São Paulo chegando na liderança, muita gente já vem falando:hegemonia.
Ninguém tem duvida que nos últimos anos o tricolor é o time a ser batido no Brasil, afinal de contas são três títulos consecutivos e pode pintar o quarto este ano.
Então eu resolvi fazer um levantamento, de quem foi campeão nos últimos vinte anos, e se realmente existe uma hegemonia ou se há um equilíbrio.
E meus queridos o que eu percebi foi que a paulistada realmente tem a maioria, mas o São Paulo não é o time mais vencedor dessa geração.E somente um clube fora de Sampa, venceu mais de um campeonato!E eu pergunto a vocês qual clube seria?
A resposta só poderia ser: o Vasco!
Vejam só a lista:
Quatro títulos:






São Paulo (91,07,08,09)



Corinthians (90,98,99,05)




Três títulos:

Vasco (89,97,00)



Dois títulos:
Palmeiras (93,94),Santos (02,04)
E com apenas um:
Flamengo (92),Grêmio (96), Botafogo (95),Cruzeiro(03),Atlético-PR (01).
È,como podemos ver somente o Vasco ameaça a paulistada e continua sendo a maior força do Rio no brasileiro e está prestes a vencer mais um campeonato brasileiro.
Então fica meu recado pros "manos"de Sampa: cuidado o gigante voltou e quer empatar esse jogo.

Obs:Já virou rotina, "os molambos" arrancam na reta final, e na última curva sempre acaba a gasolina!

Perfeito!! Você esta plugado no Maldita Futebol Clube...Tá na boa, tá na área!!

Esse é um blog feito para rapaziada que curte um rock and roll, é aficcionada por seu time e ama rádio. Se você era fã do Maldita Futebol Clube está no lugar certo. Se você ainda não é fã, a hora é essa: Impasse Livre! Diariamente você nos acha por aqui. È muito bom ter a sua presença conosco. Critique, e participe, pois sua opinião é muito importante. Esse é o espírito do ILFC: Democracia, humor, irreverência. Informação com paixão! Mande e-mails para: impasselivre@yahoo.com.br.
Entre na comunidade do orkut:malditafutebolclube Ouça nosso programa, pela INTERNET, toda quarta-feira, á partir das 2o horas em 1440 AM RJ.