sábado, 14 de março de 2009

Baú da Maldita:Direitos do Torcedor

Prezados Leitores.

Sempre fui frequentador de Macaranã, desde os tempos em que se podia ir com tranquilidade aos estádios com suas famílias e assistir a uma verdadeira partida entre os diversos certames e clássicos regionais. Nesta época de ouro, os clubes ainda pagavam os salários em dia, ainda mantinham a pureza do amadorismo e principalmente não existiam tantos procuradores profissionais, vários jogadores mercenários e quase todos diretores armadores.
Com o passar do tempo, toda aquela magia se fez por terra. Contudo, após longos anos de espera surgiu algo que todos almejavam, O ESTATUTO DO TORCEDOR.
O mais engraçado de tudo, é que no primeiro clássico depois de sua publicação eu fui ao Maracanã com meu filho e sobrinhos e fui entrevistado pelo O GLOBO para tecer meus comentários e esperanças de melhoras que a muito aguardávamos.
Muitas das coisas que me deixavam angustiado eram o selvagem assédio destes desocupados flanelinhas, acobertados por policiais que dentre suas tarefas estava o dever de nos proteger desta gavionagem, e o acotovelamento dos torcedores diante de poucas bilheterias existentes para tentar adquirir seu tão sonhado ingresso, e aqueles que não obtinham tal êxito, se viam forçados a se submeter ao extorsivo preço dos cambistas que eram protegidos por funcionários do estádio, da federação e novamente por aqueles mesmos policiais e que deveriam nos proteger desta outra violência.
Em suma, tudo isto é muito triste mas ainda possivel de ser contornado, basta para o primeiro caso expulsar do local os desocupados dos flanelinhas que em nada garantem a segurança dos veículos e terminar com a venda nos estádios e sim nas lotéricas, bancos afiliados e seus caixas eletrônicos por todo canto da cidade, entre outras medidas.. O que falta é uma vontade política que suplante as intenções excusas das "OTORIDADES "que de alguma ou até todas as formas se beneficiam com a bagunça instalada e perpetuada pela impunidade reinante.

Meu nome é Hudson Olivares (Hudson Mengão), que doravante em outras oportunidades postarei outras notícias, resenhas, crônicas e/ou curiosidades dentro do mundo do futebol no Baú da Maldita.E adorarei ver seu comentário, aqui nesse post.

4 comentários:

Paula disse...

Pois é, eu que já fui tanto ao estádio, atualmente nem passa pela minha cabeça a idéia de ir, por mais que eu queira e goste. Com criança então, nem pensar!

Gremista Fanático disse...

Esses tempos que podiamos frequentar os estadios com tranquilidade parecem tão distantes que nem lembro mais, e parece utopia esperar que um dia possa voltar a ser como antes, mas quem sabe né? abraço.
Saudações do Gremista Fanático

Cleo disse...

É verdade, falta boa vontade, mas é que alguém se beneficia muitoooo disso tudo, não acredito que possa melhorar. Ainda não surgiu ninguém decente. Será que vai surgir? todo mundo só quer levar vantagem. Isso vale para tudo aqui no Brasil.
Beijos
Cleo

Rosa Carvalho disse...

olá meninos da MFC!!!
Já foi tempo de sonhar em ir ao maracanã... atualmente mesmo sendo vascaína doente adoro assistir na minha casa o futebol. Acredito que mesmo se eu ganhasse as entradas para cadeiras especiais não iria por causa da violência! bjs Rosa

Perfeito!! Você esta plugado no Maldita Futebol Clube...Tá na boa, tá na área!!

Esse é um blog feito para rapaziada que curte um rock and roll, é aficcionada por seu time e ama rádio. Se você era fã do Maldita Futebol Clube está no lugar certo. Se você ainda não é fã, a hora é essa: Impasse Livre! Diariamente você nos acha por aqui. È muito bom ter a sua presença conosco. Critique, e participe, pois sua opinião é muito importante. Esse é o espírito do ILFC: Democracia, humor, irreverência. Informação com paixão! Mande e-mails para: impasselivre@yahoo.com.br.
Entre na comunidade do orkut:malditafutebolclube Ouça nosso programa, pela INTERNET, toda quarta-feira, á partir das 2o horas em 1440 AM RJ.