terça-feira, 3 de março de 2009

Relevância relativa...


Olá elite blogueira futebolística! Depois de um hiato de uma semana eu estou de volta para mais uma vez trazer alguns pensamentos caóticos para vocês... O título do post de hoje se refere à demasiada importância que os técnicos de futebol têm nos dias atuais. Antigamente, quem ganhava jogo era jogador...

Pra provar, analisemos o caso do senhor Renè Simões do meu Fluminense. Um profissional que nunca havia trabalhado numa grande equipe, e que, no final do ano passado valorizou-se extraordinariamente, inclusive no salário, e tornou-se o queridinho da imprensa e dos torcedores em geral, sempre ouço : a Vitor, mas o Renè é bom.... Aí eu digo: e daí? o time é horroroso, num roda, um bando, apesar do bom elenco.

Enfim, até que ponto os técnicos são relevantes para os resultados do futebol ? me digam aí ...



P.S.: Se o Flu voltar a ganhar, eu retiro tudo o que disse, e Renè voltará a ser o gênio que sempre foi...

13 comentários:

Almirante disse...

Nos tempos atuais houve uma supervalorização do trabalho dos técnicos. Mas voce há de concordar que uma equipe, como a do fluminense,
- que tem conca, thiago neves, diguinho, leandro amaral,- no papel, é excelente.Há de concordar também, que se uma equipe repleta de nomes e potencial, se assemelha à um bando em campo, alguma coisa tem que pesar nos ombros de Renè simões. Técnicos existem para ler o jogo de fora, e buscarem por conseguinte organizar táticamente a equipe, para que aí, todo aquele potencial dos diferenciados apereça. Não me parece algo que René simões esta fazendo. O fluminense até agora se mostrou muito aquém das expectativas criadas quando contrataram-se os nomes.

Mengão Guerreiro disse...

Um técnico é muito importante no time, digo que é 60% jogadores e 40% técnico. Mas no flu acho q o problema não é só técnico, há uma nuvem negra envolvendo essa polêmica relação entre flu e Unimed.

Mas um técnico q levou a Jamaica pela 1ª vez a uma copa, que levantou o futebol feminino do país (leia-se sleção brasileira) não pode ser tão ruim assim. Acho q ali o problema é outro, vide os grandes elencos montados pelo flu, o grande rodízio de técnicos e a mesma carência de títulos.

O problema é mais obscuro...

Rose disse...

MFC, que delicia saber que gostou do Pimenta.Volte sempre, é uma ordem...rsrsrsrsr
Querido, sábias palavras as suas em relação á imagens.Nem tudo que reluz é ouro...já dizia minha tataravó.
Volte sempre, seja bem-vindo.
Obrigada pela visita.
Um grande beijo com sabor de pão de queijo.

Fernando Gonzaga disse...

sinceramente, não sei qual o problema do flu, o elenco tem bons nomes e o tecnico é experiente, acha que esse acordo com a Unimed é conturbado por baixo dos panos...

abraço!!

Breiller disse...

O treinador tem sua parcela de importância na equipe, vá lá... É possível medir? Uns 20%, talvez. Já vi time medíocre ser vencedor pela mão do técnico, já vi treinador medíocre fazer nome em cima de time de craques, já vi treinador de renome fracassar com time de estrelas... O trabalho do treinador depende de vários fatores e variantes, que nem sempre são possíveis de ser mensurados.

Tem sua importância, mas, é fato, que as vezes supervalorizam demais o trabalho fora das quatro linhas, como se um treinador fosse o cérebro, o coração e o esqueleto do time.

Abraços!

Gremista Fanático disse...

Pois por mim o Celso Roth pode ser campeão da america e do mundo que mesmo assim eu quero a cabeça desse sujeito infeliz. Quanto ao Rene Simoes acho que ele já fez otimos trabalhos e tem que seguir no clube pra manter um trabaho a longo prazo.
Saudações do Gremista Fanático

Vinicius Grissi disse...

Os técnicos são sim cada vez mais importantes no futebol, tão competitivo que é. De fato, Renê tem tido dificuldades para montar o Fluminense, mas tenho certeza que quando o time se encaixar vai dar muitas alegrias à torcida.

Maldita Futebol Clube disse...

Há que se diferenciar o técnico do manager e é justamente isso que não se faz aqui no Brasil e por isso os técnicos ficam com a bola tão cheia e se sentindo os donos da verdade. Uma pena. Professor Vitor: parabéns, como sempre criativo e original!

José "mengão" Luiz disse...

Técnico eu só respeito =os do flamengo, o resto é baba. aliás joel santana p´ra mim é único. saber lidar com a rapaziada e com a cartolada sem ser bicudo nem esquisito! Tricolor, liga não o FluminenC um dia chega lá!

Mariana Zuzuca disse...

Técnico é Zico, que fez aniversário e vocês nem falaram nada! magoou...rs Beijos rubro-negros ao tricolor...

Karla Senira disse...

Mr. Vítor (Holand)- meu adorável professor: que bom que seus posts sempre são tão inebriantes e efusivamente categóricos que eu sempre volto pra te ler e dizer um oi... tô virando tricoletti no rio, viu? beijinhos

Professor Feijó disse...

Leando, obrigado por suas palavras em meu BLOG, Letras Futebol Clube. Creio que temos muitos assuntos para converdarmos. Certamente trocaremos idéias.
Quanto a este seu comentário sobre os técnicos, estou de pleno acordo, principalmente quanto ao René Simões do meu também FLUMINENSE.
Parabéns pelo seu BLOG. Vou acessá-lo constantemente. No momento estou viajando pelo sul. Um abraço
do Feijó

Rosa Carvalho disse...

Pura verdade os técnicos hj em dia se acham os reis, os melhores,vivem de bola cheia e como diz meu amigo Vitor, e daí?
O lance e ter vitórias, aí eles além de ótimos serão BÓÓÓÓTTIIMMOOSSSS!!!!! rsrsrsrs

Perfeito!! Você esta plugado no Maldita Futebol Clube...Tá na boa, tá na área!!

Esse é um blog feito para rapaziada que curte um rock and roll, é aficcionada por seu time e ama rádio. Se você era fã do Maldita Futebol Clube está no lugar certo. Se você ainda não é fã, a hora é essa: Impasse Livre! Diariamente você nos acha por aqui. È muito bom ter a sua presença conosco. Critique, e participe, pois sua opinião é muito importante. Esse é o espírito do ILFC: Democracia, humor, irreverência. Informação com paixão! Mande e-mails para: impasselivre@yahoo.com.br.
Entre na comunidade do orkut:malditafutebolclube Ouça nosso programa, pela INTERNET, toda quarta-feira, á partir das 2o horas em 1440 AM RJ.