sábado, 18 de julho de 2009

È tetra


Fala galera!
Nesta semana completamos 15 anos da conquista do tetra. Eu não sei quanto a vocês, mas eu com toda certeza tenho na minha lembrança essa Copa como especial e essa seleção, pra mim, foi a última vez que realmente torci por uma seleção.
Quando eu digo torcer, eu quero dizer, torcer daquela maneira que uma copa pede.Ou seja, sentar no mesmo lugar, usar a mesma roupa, até mesmo a mesma cueca, assistir no mesmo canal, enfim ser torcedor!E de lá pra cá, nunca mais a seleção me deu esse sentimento de fazer parte de algo maior. Me lembro de todos os jogos com detalhes, desde a estreia contra a Rússia até aquela sofrida final contra Italia. Lembro, por exemplo, que na estréia o " baixinho" já dava mostras do que ele faria naquela copa, fez um gol de biquinho de chuteira e sofreu um penalti pra o belo Raí fazer o outro e dar a vitória e tranquilidade pro time.
Depois, foi a vez de Camarões, conhecer a força daquela equipe unida e poderosa, e com um lançamento magnifico de Dunga, Romario deu um "tapa" na saída do goleiro e fez o primeiro. No segundo tempo, Bebeto recebeu dentro da área e com um toque de categoria fez o segundo e no final foi a vez de Márcio Santos -depois de linda jogada de Bebeto - fazer o terceiro e fechar a tampa.
Na ultima partida da primeira fase, um jogo histórico. Foi a primeira e única vez que nossa seleção fez uma partida em um estádio totalmente coberto e o jogo foi duro! Kenedy Anderson abriu o placar no primeiro tempo e o jogo se arrastava para uma derrota brasileira até que Romario(sempre ele) pegou a bola na intermediaria e foi levando até invadir a área e dar aquele "biquinho" na saida do goleiro. Resultado: 1x1 e o Brasil estava classificado.
Depois, veio os USA - no "Independence Day" deles - e os caras se transformaram em verdadeiros Rambos,Bradocks, Jack Bauers, e lutaram muito até o fim. Para piorar, Leonardo deu uma cotovelada em Tab Ramos e foi expulso com menos de vinte minutos de jogo! E somente um lance genial pra dar a vitoria... e ele veio, Romario pegou a bola passou por dois e tocou pra Bebeto que tocou com uma magia digna de Hollywood!Quem não se lembra que na comemoração Bebeto falou pra Romario "eu te amo!"?
Ai veio a final antecipada, o melhor jogo da Copa, a laranja holandesa. O Brasil fez 2x0 com Romario, e Bebeto(no famoso gol embala bebê), mas a Holanda empatou com Berckanp e Winter.Tudo levava a crêr que teríamos uma prorrogação até que Branco cava uma falta, ajeita a bola com carinho, e solta a bomba santa e faz o gol da vitoria e do delírio total. E um detalhe: o desvio de corpo de Romário!
Nas semi-finais, de novo a Suécia, o único time que o Brasil não havia vencido na Copa. E parecia que iria continuar assim, mas a Copa era de Romario e de cabeça, no finalzinho do jogo, o "baixinho" fez o gol da vitoria e pôs o Brasil de novo na final.
Uma final, aliás truncada e de poucas chances de gol. Tanto Brasil quanto Itália pareciam com medo de arriscar e o 0x0 foi iminente. Aí veio a prorrogação e o Brasil foi pra cima. Viola e Mauro Silva quase marcam, mas tnha que ser sofrido e a partida foi para os penais.
Como eu falei: tinha que ser sofrido! Afinal de contas, o primeiro a bater era o melhor zagueiro do mundo: Baresi. Que bateu e isolou a bola. Aí todo mundo pensou :agora vai ser mole! Pois bem, Márcio Santos bate e Paguiluca defende, ai Albertini e Evani fizeram pra Itália, Romario e Branco pro Brasil. Depois vem o artilheiro italiano, Massaro, que bateu e Taffarel defendeu. E aresponsabilidade recai para o capitão Dunga, que bate e extravasa o peso de anos nas suas costas de críticas severas ao comemorar o seu gol. E o momento crucial: nada menos que o ídolo e capitão italiano, o excepcional jogador do time,Roberto Baggio, bate e isola, dando inicio a maior festa e transformando o Brasil em tetra campeão.
Mais uma vez,acabamos com a síndrome de vira-latas e podemos nos orgulhar de algo e de pessoas de nosso país. È tetra, é tetra, é tetra esse era o único grito de todos os brasileiros vivos ou não. Sensacional!

6 comentários:

_Vascao_ disse...

Caraca muita emoção na quela copa, alias a melhor copa de todas na minha opinião.
Abraço
Jeferson

Vou de coletivo! disse...

Olá!
Aqui quem fala é o Murilo, dos blogs Palavras de Osho e Os nascimentos das palavras.
Assim como você e dezenas e dezenas de outros amigos blogueiros, eu participava das blogagens coletivas do Tertúlia Virtual, belíssimo projeto de promoção de blogagens coletivas que infelizmente chegou ao fim em julho de 2009.
Para mim, a inicitativa do Tertúlia foi responsável pela realização de muitas das melhores blogagens coletivas da blogosfera em língua portuguesa.
A idéia de a cada mês reunir blogueiros em torno de um tema foi tão bem-sucedida que não podemos deixá-la morrer.
Para colaborar, lancei o Vou de coletivo!
Todo dia primeiro do mês será proposto um tema para ser abordado por blogueiros por meio de textos, imagens, vídeos e o que mais a criatividade permitir.
Assim que o tema do mês é apresentado, é aberta uma lista de inscrições. Basta você inscrever sua postagem que automaticamente será inserido um link para ela na relação de participantes. As inscrições ficam abertas o mês todo.
E você, gostou da idéia? Espero que sim!
Então não vamos perder o embalo. Logo sai o primeiro coletivo de 2009! Clique aqui e acesse o Vou de coletivo!
Abração!

Ricardo Rigel disse...

CARA ESSE DIA FOI INESQUECIVEL REALMENTE... EU TINHA APENAS 5 ANOS, MAS EMBRO PERFEITAMENTE A FESTA E ALEGRIA DAS PESSOAS (MEU PAI QUASE MORRENDO DO CORAÇÃO) SELEÇÃO COMO AQUELA DIFICILMENTE APARECERÁ....

Didi Iashin disse...

Engraçado ... Depois de 1982, eu só fui torcer, de verdade, em 2002. 1994 foi uma Copa modorrenta, para mim. Lembro-me que, no serviço, eu apostei um bolo de chocolate (modéstia À parte, eu faço um bolo de chocolate MUITO BOM!!) que o Brasil não ganharia de muito dos Estados Unidos - eu tinha uma paixonite pelo goleiro dos EUA. Os meninos apostaram que seria de sacolada. Safei-me de fazer um bolo, hehehehehe.
A final foi, como diria Galvão Bueno, teste para cardíaco.
2002, por causa de Felipão e São Marcos de Oriente.

Karla Senira disse...

Tri legal , tchê! mas, o melhor de todos era o meu Taffarel, gaúcho macho que pegava todas e não deixava nenhuma bola passar por ele! beijos Vítor e sabe, Charles,aqui você falou do tetra, mas, você é chato com seu Vasco , hein! brincadeirinha...rs beijokas nocês!

Marcão disse...

Aquela Copa do Mundo de 94 foi a melhor que eu já vi,a nossa Seleção Brasileira também na minha opinião foi a melhor que eu já vi.Eu lembro que nos classificamos para essa Copa aos trancos e barrancos no ultimo jogo contra a Seleção Uruguaia,fomos para Copa desacreditados pela critica.

Cada jogo foi emocionante,na época na Copa eu tinha 12 anos,mas me lembro de tudo,aquela final contra Itália,aquele chute do Mauro Silva que o Pagliuca quase frangou efim,o Tetra marcou a minha vida !

Parabéns aos campeões do mundo de 94

flacanagem.blogspot.com
O mais irreverente da nação

Perfeito!! Você esta plugado no Maldita Futebol Clube...Tá na boa, tá na área!!

Esse é um blog feito para rapaziada que curte um rock and roll, é aficcionada por seu time e ama rádio. Se você era fã do Maldita Futebol Clube está no lugar certo. Se você ainda não é fã, a hora é essa: Impasse Livre! Diariamente você nos acha por aqui. È muito bom ter a sua presença conosco. Critique, e participe, pois sua opinião é muito importante. Esse é o espírito do ILFC: Democracia, humor, irreverência. Informação com paixão! Mande e-mails para: impasselivre@yahoo.com.br.
Entre na comunidade do orkut:malditafutebolclube Ouça nosso programa, pela INTERNET, toda quarta-feira, á partir das 2o horas em 1440 AM RJ.