domingo, 31 de agosto de 2008

Folclore no ceú - o capitão

Fotos: créditos para Jornal dos Sports


Três dias depois da morte do ex-zagueiro Moisés, lá se foi mais um campeão do primeiro título brasileiro conquistado por um clube carioca. Desta vez foi Alcir Portella, ex-treinador e funcionário do Vasco, ex-cabeça de área e capitão do time campeão brasileiro de 1974. Na noite desta sexta-feira, 29/08, ele veio a falecer vítima de câncer de próstata, aos 64 anos, no Rio de Janeiro. Nascido em 9 de maio de 1944, Alcir Pinto Portella Prates foi o terceiro jogador com maior número de partidas disputadas pelo Vasco - 508 jogos no período entre 1963 e 75. Se dedicou ao clube de forma inconteste. Além do Brasileiro de 74, foi campeão carioca em 70.Foi um dos responsáveis pelo sucesso de Roberto Dinamite no futebol, como maior conselheiro em campo e grande amigo fora dele. Após pendurar as chuteiras, permaneceu ligado ao clube de seu coração, o Vasco, por mais de 20 anos. Assumiu diversas vezes o cargo de treinador do clube de forma interina. Era um "quebra galho", mas foi demitido em 2005 durante a gestão Eurico Miranda, de forma absurda, desumana e incoerente, por não concordar com o que se passava dentro do gigante da colina.. E nunca escondeu a sua mágoa com o afastamento. Em junho passado, ao ganhar as eleições para a presidência do Vasco, Roberto Dinamite dedicou a vitória ao ex-companheiro de clube, que lutava contra a doença há oito anos. Alcir era casado e pai de duas filhos. E tinha grandes ligações, também, com o mundo do samba. Advindo de Madureira, o capitão Alcir, como gostava de ser chamado, era compositor e componente da diretoria da escola de samba Portela, uma de suas paixões. O mundo do samba fica um pouquinho mais triste e o futebo está de luto. Em particular, os vascaínos. Agora, Alcir se junta ao time dos"meninos do ceú" e será o capitão para segurar o Moisés, acalmar o Garrincha, rolar a bola macia pro Heleno de Freitas e orientar o time divino. Que Deus o tenha na maior serenidade e paz.Nós, aqui de nosso cantinho, fazemos a nossa humilde homenagem.

10 comentários:

Antunes Ferreira disse...

LISBOA - PORTUGAL

Olá Amigão!

Sou um doido por futebol. Conheçi e conheço pessoalmente muita gente do chuto na canela: deste o Edson Arantes, vulgo Pélé, passando pelo Mané Garrincha, pelo Zico, pelo Ronaldo e pelo Ronaldinho até aos portugas Eusébio, Figo, Rui Costa, Futre, Ricardo Carvalho e... Cristiano Ronaldo!!! Hoje - só o melhor do Mundo!

Admiro o Sargentão Scolari e o Deco e o Pepe, hoje e em boa hora, portugueses. Mas, agora, o meu eleito é o Liedson que joga no meu clube - o Sporting Clube de Portugal. Avé!!!



Cheguei a este blogue através de outros que costumo visitar e neles postar comentários. Cheguei, vi e… gostei. Está bem feito, está comunicativo, está agradável, está bonito – e está bem escrito. Esta é uma deformação profissional de um jornalista e dizem que escritor a caminho dos 67…, mas que continua bem-disposto, alegre, piadista, gozão, e – vivo.

Só uma anotaçãozinha: Durante 16 anos trabalhei no Diário de Notícias, o mais importante de Portugal, onde cheguei a Chefe da Redacção – sem motivo justificativo… pelo menos que eu desse com isso… E acabo de publicar – vejam lá para o que me deu a «provecta» idade… - o me(a)u primeiro livro de ficção «Morte na Picada», contos da guerra colonial em Angola (1966/68) em que, bem contra vontade, infelizmente participei como oficial miliciano.

Muito prazer me darás se quiseres visitar o meu blogue e nele deixar comentários. E enviar-me colaboração. Basta um imeile / imilio (criações minhas e preciosas…) e já está. E se o quiseres divulgar a Amiga(o)s, ainda melhor. Tanto o blogue, como o imeile, tá? Muito obrigado

www.travessadoferreira.blogspot.com
ferreihenrique@gmail.com

Estou a implementar e desenvolver o projecto que tenho para o meu www.travessadoferreira.blogspot.com e que é conferir ao meu/vosso/NOSSO blogue a característica de PONTO DE ENCONTRO entre os Países fraternalmente ligados – Portugal e Brasil. E outros PALOP e etc…
Se me enviares o teu IMEILE, poderei enviar-te «coisas» que ache interessantes. Se, porém, não as quiseres, diz-me que eu paro logo. Sou muito bem-mandado (a minha mulher que o diga…) e muito obediente (cf. parênteses anterior). Abrações e queijinhos, convenientemente repartidos e distribuídos

– Desculpa por este comentário ser tão comprido e chato. Como a espada do D. Afonso Henriques…
- Já conheces o me(a)u «Morte na Picada» que acima menciono? Há quem diga que é muito bom. E até que é o melhor que se escreveu em Portugal sobre o tema. Dizem… Obviamente que não sou eu a dizê-lo… Só faltava… E também há quem tenha escrito que é SANGUE & SEXO… Malandrecos… Pelo sim, pelo não, compra-o.
Depois de o leres, se, por singular acaso, tiveres gostado dele, terás de comprar muitíssimos mais exemplares. São excelentes prendas de aniversários, casamentos, divórcios, baptizados, e datas como Natais, Carnavais, Anos Novos, Páscoas, Pentecostes, vinte e cincos de Abris, cincos de Outubro, dezes de Junhos. Até para funerais. Oferecer o «Morte» na morte fica bem em qualquer velório que se preze. E, além disso, recomenda-o, publicita-o, propagandeia-o, impinge-o aos Amigos, conhecidos, desconhecidos & outros, SARL. Os euros estão tão raros e... caros...
++++++++++++
A editora da obra é a Via Occidentalis (occidentalis@netcabo.pt) cujo site é www.via-occidentalis.blogs.sapo.pt. Neste blogue podem ser consultados mais dados sobre o livro, cujo preço de capa é € 14,70. ATENÇÃO: Pode ser comprado pela Internet.
++++++++++++
NOTA IMPORTANTE: Este texto de apreciação e informação é similar em todos os casos em que o utilizo. Digo isto, para quem não surjam dúvidas ou suspeitas sobre a repetição em diferentes blogues. E para que ninguém se sinta ludibriado – ou ofendido… Há feitios que… Mas, sublinho, apenas o uso quando o entendo, isto é, quando gosto mesmo dos que visito. Nos outros onde também vou, se não gosto, saio sem comentários. Há muitos mais. Aqui na terrinha diz-se que «se não gostas, põe na beirinha do prato…»

Luciana disse...

Oi,turma
Devem estar precisando de craque no céu....te cuida Pelé!!

Gosto muito do espaço de vcs e iniciei hoje meus links,add o Maldita,ok?

bjs

loba disse...

Que a morte seja parte da vida é algo aceitável - ou passível de aceitação. Mas não te dá um troço esquisito qdo a morte (esta chamada natural) se aproxima de gente que fez parte da nossa vida?
Ai que besteira.. é que fico me sentiro à beira...rs...
Que Deus tenha Alcir na maior serenidade e paz!
E que vc tenha uma linda semana!
Beijo

Daniel Leite disse...

Como bem observou, Alcir se junta a um timaço que já mora no céu. Não há que se revoltar, pois Alcir não gostaria. São justas as homenagens e todo o reconhecimento que puder vir por parte da torcida do Vasco.

Até mais!

Ivo França disse...

cara, Alcir era um bom jogador.Uma boa pessoa.Um grande vascaíno. Foi para o ceú para tentar livrar is urubus que voam por lá. Deus o tenha, bela matéria.

Gilmar Rosster disse...

Muita gente indo junta, geração de 70 e 80, uma pena. São os últimos remanescentes do amor no futebol dos atletas pelos clubes. Lamento. Interessante blog, sério e risonho. Inteligentemente criativo e bem diverso. Cultura(in)útil, com criticidade. Jornalismo de vanguarda. parabéns.Voltarei mais vezes!

Lécia Stuessel disse...

Legal a lembrança, mas eu não conheci o Alcir, sei pelo que li. Sinto pelo vasco. Aliás, não pelo vasco, porque sou figueira, mas pela sua família e pelos seus fãs.Rapazes,muito bom o blog.
Que camisa diferente as do flamenguista e do vascaino, ainda não as tinha visto por aqui , em floripa. Beijos ardidos no de boné!Que figura!

Thiago Martins disse...

Cara que cam,isa maneira a que o Alçcir usava na foto. Gostaria muito de ter alguém por aqui que fizesse camisas retrôs dos times europeus e dos clubes cariocas. Emocionante o post, mesmo sendo curingão, a gente sente a sintonia entre o idolo e o clube.Guerreiro Alcir, deve ter sido o biro de vocês do Vasco. Adorei as músicas do blog, como coloco no meu?

leo1984 disse...

Puxa..três dias depois do Xerifão ir embora, perdemos o Alcir, um vascaíno de verdade...
Uma grande perda pro Vasco e pro futebol brasileiro.
Amigos, qual é o endereço da Rádio Fluminense?
Tô querndo fazer uma visita a vcs...
Saudações vascaínas
Valeu!!!

leo1984 disse...

Valeu pelo endereço, caras
Vou ver um dia legal pra passar aí, devo ir com um ou dois colegas q também estudam Jornalismo....mas não vai ser hj não, ainda vou ver com eles....
Caras, bela homenagem ao Alcir...
Valeu!!!!

Perfeito!! Você esta plugado no Maldita Futebol Clube...Tá na boa, tá na área!!

Esse é um blog feito para rapaziada que curte um rock and roll, é aficcionada por seu time e ama rádio. Se você era fã do Maldita Futebol Clube está no lugar certo. Se você ainda não é fã, a hora é essa: Impasse Livre! Diariamente você nos acha por aqui. È muito bom ter a sua presença conosco. Critique, e participe, pois sua opinião é muito importante. Esse é o espírito do ILFC: Democracia, humor, irreverência. Informação com paixão! Mande e-mails para: impasselivre@yahoo.com.br.
Entre na comunidade do orkut:malditafutebolclube Ouça nosso programa, pela INTERNET, toda quarta-feira, á partir das 2o horas em 1440 AM RJ.