sábado, 23 de agosto de 2008

PANACEA MUSICALIS - A música escrita no blog do Maldita...



O PRIMEIRO DISCO A GENTE NUNCA ESQUECE
por Ricardo André

Não lembro quantos anos eu tinha. Talvez uns seis, no máximo oito, o que corresponderia ao ano de 1984 ou 1986, por ali... Lembro-me de ter admirado o KISS, que passou pelo Brasil em 83. Aquelas caras pintadas aliadas ao som “diferente” exerceram em mim algum tipo de fascinação.

Bom, estamos então nos idos de 1984 e eu era apenas uma criança que gostava de brincar de playmobil. Um dia entra no quarto um cara dizendo que tinha um presente pra mim. O cara era o então namoradinho da minha irmã: “Ricardão, esse é pra você!”

Parêntese. Como toda criança, eu adorava ganhar presentes. Eu gostava tanto, que pedia pra minha mãe embrulhar os brinquedos antigos em papel de presente e me dar de novo. Várias vezes. Era sempre aquela emoção! Fecha parêntese.

Dessa vez o presente não era um playmobil. Era um disco. Fosse um CD, o episódio não teria o mesmo impacto, ainda mais com aquela enorme capa sangrenta (imagem). “If You Want Blood, You Got It” – AC/DC. Lembro do cheiro peculiar daquele disco. Estaria mentindo se dissesse que o coloquei pra tocar na hora e me apaixonei de imediato pelo som daqueles poderosos riffs de guitarra, mesmo porque eu era proibido de mexer no som - um 3 em 1 da Polyvox – mas a lei foi feita pra ser quebrada. Até então a trilha sonora de minha infância solitária (sem qualquer pieguice – sou temporão, meus irmãos são 11 e 12 anos mais velhos) era composta pelas músicas do Balão Mágico.

É. Um dia, porém, eu peguei a bolacha e botei pra tocar. Antes desse disco, eu nem ligava pro som, ouvia os discos da musa Simony e olhe lá. Depois dele, contudo, passei a fuçar os discos dos meus irmãos em busca daquele som diferente (agora sem as aspas). O critério de seleção era inocente: a capa. E a partir daí eu já não “tinha” mais só os discos do Balão Mágico.

Valendo-me desse critério precário (mas, de certa forma, eficaz em se tratando de rock and roll) topei com "Uns" (é ver a capa e descartar) e uns outros do Caetano Veloso, coletâneas de Nelson Gonçalves, discos de cantoras que iam de Amelinha a Maria Bethania, mas também com coisas de raro apuro, como Camisa de Vênus e Black Sabbath!

Certo. Todos vão concordar que, se o critério de seleção era a capa, impossível não ficar magnetizado pela de Sabbath Bloody Sabbath¹, assim como fiquei quando ganhei de presente aquele disco que mostra Angus de gravatinha perfurado pelo braço da guitarra. Do outro lado, na contracapa², o guitar hero de bruços com o mesmo braço de guitarra fincado em suas costas, deixando ver que o instrumento transpassara seu corpo. Igualmente sinistra é a contracapa³ desse disco do velho Sabbath que a exemplo de "Blood" também dialoga com a capa.

“Sabbath Bloody Sabbath”, quinto disco dos pais do metal, além das já citadas capa e contracapa, além da faixa título traz pérolas como a romântica (só na letra) Sabba Cadabra, que conta com a participação do tecladista Rick Wakeman, do Yes, apesar da faixa não passar nem perto do que se costuma chamar de rock progressivo.

“If You Want Blood, You Got It” – AC/DC, apesar de ter sido o meu primeiro disco, foi o último disco com Bon Scott (me amarro no Brian Johnson, mas o Bon é melhor – perdoado o trocadilho) e reune músicas dos primeiros discos da banda australiana num show gravado em 30 de Abril de 1978, em Glasgow, Escócia. Destaque para The Jack, quando Scott pergunta à platéia: “Any virgins in Glasgow?”, isso é a cara do AC/CD. Enquanto o disco novo não sai – Black Ice tem previsão de lançamento para o dia 20 de Outubro deste ano – ouçamos os clássicos dessa fantástica banda.

O primeiro disco a gente nunca esquece, ainda mais quando ele abre as portas para um mundo novo. Consciente ou não, aquele cara - enxadrista de mão cheia e, se não perverso, no mínimo capcioso - acendeu o pavio e o rock and roll passou a morar lá em casa. Volumes ainda tímidos, pra não esculhambar. Mas algum vizinho pediria pra aumentar...

1. http://www.truemetal.org/metalwallpaper/images/sabbathbloodysabbath.jpg
2.
http://www.headbanger.us/gallerie_a/bilder/acdc_if_you_want_blood_back.jpg
3.
http://www.sabbath.se/Bilder/cd/sabbathbloody_uk_cmtcd028_back_big.jpg

8 comentários:

Su disse...

):
Poxa, eu não conheço eles!!
Mas vou dá uma vasculhada aqui na net pra ver se eu aprovo!! rsrs
Adorei o lay de vc's show de bola!!!
BEijooocas e volte seempre!

Pâm SãoPauliNa-RP disse...

Nossa não conheço também não
rsrsrsrsrsrs.......

Ta tudo bem aii??
Bjsss

=D

Gata Borralheira disse...

Eu conheço muito pouco de AC/DC. Como disse, não sou assim uma fã de Rock, mas Back in Black e You Shook Me All Night Long eu conheço... Ta, foi mal, é só isso que me lembro de cabeça... =/

E meu primeiro e último discos foram todos do Trio da Alegria, Xuxa e Cia... Mas meu primeiro CD também foi marcante, nunca esqueci e, pra falar a verdade, o tenho até hoje... The Beatles: Live at the BBC (CD duplo)... Porque até hoje sou fã deles.

Brigadíssima pelos comentários no meu blog!!! =D
Venham mais... Venham sempre...

E eu mais uma vez escrevendo demais aki... hihihihi...

Beijinhos...

Camila

Tatah Marley's Confissões disse...

Pois vou te dar um cd da tati quera barraco bem embrulhadinho, que que se acha!?
uishiauhsuiahsuihauhauihshasuia
OOOWN, eu tbm faço isso até hoje!
oO
são tantas emoções..
\õ/

pois diga, o que é playmobil mesmo!?
:O:O

e pode linkar sim, me sinto honrada!

pianistaboxeador21 disse...

Pô rapaziada, obrigado pela visita ao pianistaboxeador. Muito legal o trabalho de vcs.
E a idéia é essa mesmo. Cerveja, mulher, futebol e rock n´roll. O paraíso na terra.
Ficarei de olho.
Abraço,
Daniel

Tâmara disse...

Puts, nessa epoca 83 á 86...eu estava entre 3 e 6 anos. E consigo lembrar de muita coisa que eu fazia e ouvia. nessa epoca eu ganhei a o Vicente (meu primeiro cahorro)..desse dia em diante as bonecas deixaram de fazer parte da minha vida e comecei a dar importancia aos brinquedos que respiravam. Eu cresci ouvindo muita musica brasileira. Muita mesmo...
Vim saborear as delicias do rock aos 13...Resultado:

VIciei!!!!

Bjo bjo bjo!!!

Maldita Futebol Clube disse...

Cara eu tinha os meus 13 para 16 anos e mal estava saindo da fase aborrecente porque eu era atleta e amdureci bem cedo. lEMBRO-ME BEM DE fALCON E tcr, GOSTAVA DE DINAMITE BIONICÃO E FALCÃO AZUL, E VIA HONG KONG FU, AGENTE 86, TUNEL DO TEMPO E TERRA DE GIGANTES, ALIÁS RICARDO VAI AI UMA SUGESTÃO: PORQUE NÃO POSTAR ALGO SOBRE A MÚSICA DESSES SERIADOS QUE NORTEARAM ESSAS DÉCADAS DE 70 E 80.
BOM, O FATO É: RICARDO BELO POST.
THAT'S PLAYMOBIL FOI O ANTECESSOR DO LEGO. UM BRINQUEDO QUE MEXIA PERNAS E MÃOS EM PARES, CONJUNTAMENTE E QUE TINHA ADEREÇOS, EMUDAVA ACOR DO CABELO TB. ERA DA TROLL, ERA UM BARATO!

E PARA OS DEMAIS AC/DC ERA UMA SUPER BANDA, CUJO GUITARRISTA ANGUS YOUNG FEZ ESCOLA, ELEL TOCAVA BALANÇANDO A CABEÇA NUM RITMO FRENÉTICO, E O SOM ERA EVIDENTEMENTE FANTÁSTICO!
AGRADEÇO A VISITA E OS POSTS DE TODOS...ESTAMOS SEMPRE TENTANDO BRINDAR A VOCÊS NOSSOS LEITORES E VISITANTES COM UM PRODUTO DE PRIMEIRA QUALIDADE.,OK? ABRAÇOS EM TODOS(AS)...VOLTEM SEMPRE!

Aliete disse...

Correção, Leandro Carvalho, AC/DC não "era" uma grande banda, AC/DC "é" - e sempre será - uma grande banda. Mesmo porque tem disco novo chegando na área... Saudemos Angus e seu peculiar duck walk...

Rock n´ Roll ain´t noise polution!

Perfeito!! Você esta plugado no Maldita Futebol Clube...Tá na boa, tá na área!!

Esse é um blog feito para rapaziada que curte um rock and roll, é aficcionada por seu time e ama rádio. Se você era fã do Maldita Futebol Clube está no lugar certo. Se você ainda não é fã, a hora é essa: Impasse Livre! Diariamente você nos acha por aqui. È muito bom ter a sua presença conosco. Critique, e participe, pois sua opinião é muito importante. Esse é o espírito do ILFC: Democracia, humor, irreverência. Informação com paixão! Mande e-mails para: impasselivre@yahoo.com.br.
Entre na comunidade do orkut:malditafutebolclube Ouça nosso programa, pela INTERNET, toda quarta-feira, á partir das 2o horas em 1440 AM RJ.